- Publicidade -
CotidianoPreço da gasolina em Campinas tem leve baixa, mas etanol segue em alta

Preço da gasolina em Campinas tem leve baixa, mas etanol segue em alta

Valor médio da gasolina teve duas pequenas quedas no preço na última semana; etanol manteve alta

- Publicidade -
- Publicidade -

Preço de combustíveis em posto de Campinas (Foto: Reprodução/EPTV Campinas)

 

Após a alta nos e combustíveis no mês de março, o preço médio do litro da gasolina em Campinas teve duas pequenas quedas nas últimas duas semanas. Já, o valor do litro do etanol segue em alta nos postos.

Na semana de 27 de março a 2 de abril o valor do etanol em Campinas ficou em R$ 4,571 o litro. Três semanas antes era de R$ 4,262 o litro.

O litro da gasolina fechou o preço médio na última semana em R$ 6,736. Três semanas antes era de 6,206 (veja dados abaixo).

O levantamento da ANP (Agência Nacional de Petróleo) mostrou que, comparado ao preço médio antes do aumento anunciado pela Petrobras, a gasolina já subiu 8,54% e o etanol acompanhou, com alta de 7,2%.   

LEIA TAMBÉM
Troca de gasolina por etanol? Entenda quando pode ou não ser vantajosa

- Publicidade -

EXPLICAÇÕES

O economista do Observatório da PUC-Campinas, Paulo Oliveira, detalha os motivos para o aumento do etanol. Segundo ele, o combustível e a gasolina são bens substitutos. A gasolina, inclusive, possui etanol anidro na composição.

“O principal efeito aí é o que a gente chama de efeitos para mercados de bens substitutos. Então, o aumento do preço de um dos bens, vai aumentar também o preço do bem substituto, porque há um deslocamento de demanda”, diz ele.

Oliveira também aponta outros reflexos nos custos do etanol. “Há uma pressão de custo por causa do preço do açúcar no mercado internacional. Isso faz com que os produtores escolham açúcar ao invés de etanol”, completa o especialista.

RECLMAÇÕES E PROCURA

A comerciante Natália Polis confirma a mudança que parte da população adotou desde março. Segundo ela, se antes costumava escolher a gasolina, depois do aumento sobre o combustível teve que optar pelo etanol para encher o tanque.

“Eu usava muito a gasolina pelo rendimento do carro. Mas pelo preço da gasolina, não teve como e o preço é bem diferente. Tive que escolher pelo etanol mesmo. Paguei R$ 100 e já vi o ponteiro subir bastante”, detalhou a motorista.

O taxista José Antônio Barbosa prefere olhar os preços divulgados nos postos. “Depende do valor que tá na bomba. Realmente tá complicado de trabalhar. A gente trabalhava oferecendo desconto a clientes, mas agora não tem como”, diz.

O AUMENTO EM MARÇO

No dia 11 de março, a Petrobras anunciou o aumento no preço do combustível, pegando de surpresa os consumidores. Com isso, o preço médio de venda da gasolina para as distribuidoras subiu 18,8%. Com isso, o valor do litro passa de R$ 3,25 para R$ 3,86.

Já o preço do diesel no País saiu de R$ 3,61 pra R$ 4,51 por litro, ainda conforme a estatal. O reajuste é de 24,9%, o que representa R$ 0,90 a mais.

Após esse aumento, a procura pelo etanol também aumentou, e os preços subiram, trazendo ainda mais impacto para os consumidores.

OS DADOS

Preço médio da gasolina nos postos de Campinas

Semana 06/03 a 12/03 – R$ 6,206

Semana 13/03 a 19/03 – R$ 6,770

Semana 20/03 a 26/03 – R$ 6,738

Semana 27/03 a 02/04 – R$ 6,736

Aumento de 8,54% quando comparamos semana do dia 27/03 com a do dia 06/03 (antes do aumento da Petrobras)

Preço médio do etanol nos postos de Campinas

Semana 06/03 a 12/03 – R$ 4,262

Semana 13/03 a 19/03 – R$ 4,587

Semana 20/03 a 26/03 – R$ 4,547

Semana 27/03 a 02/04 – R$ 4,571

Aumento de 7,25% quando comparamos semana do dia 27/03 com a do dia 06/03 (antes do aumento da Petrobras)

- Publicidade -
Leandro Las Casas
Leandro Las Casas
Graduado pela PUC-Campinas desde 2011, atua há 14 anos no Jornalismo, área na qual cobriu sete eleições, participou de grandes coberturas e esteve a frente de podcasts e projetos de assessoria. Começou a carreira na rádio CBN Campinas, onde foi estagiário, repórter e apresentador. No acidade on Campinas, assina matérias e reportagens de todas as editorias desde 2021.
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Notícias Relacionadas
- Publicidade -