- Publicidade -
CotidianoReclamações por falhas na iluminação pública têm alta em Campinas; veja quem acionar

Reclamações por falhas na iluminação pública têm alta em Campinas; veja quem acionar

Reclamações sobre pontos de escuridão têm sido cada vez mais recorrentes; consórcio contratado pela Prefeitura é responsável por resolver os problemas

- Publicidade -
- Publicidade -

Campinas teve um aumento no número de reclamações de moradores relacionadas a falhas na iluminação pública em pontos da cidade. Durante o dia, com a luz do sol, o problema não fica tão evidente, porém, quando chega a noite, a escuridão faz aumentar a sensação de insegurança, principalmente para pedestres, que precisam passar por esses locais que possuem trechos escuros e sem iluminação nos postes de energia.  

De janeiro a junho deste ano foram 29.598 denúncias registradas relacionadas a ponto de escuridão na cidade. Somente no mês de março deste ano foram 6.017 ocorrências registradas. Os postes sem luz funcionando, na maioria das vezes, estão relacionados à falta de manutenção e também a casos de vandalismo (veja mais abaixo). 

Há pouco mais de um ano, a Prefeitura de Campinas contratou o consórcio Conecta Campinas para cuidar exatamente dessas manutenções, com o objetivo, inclusive, de zerar os pontos de escuridão na cidade, mas não é o que vem acontecendo, segundo as denúncias dos moradores.  

Reclamações por falhas na iluminação pública  

O balanço das reclamações envolve queixas dos moradores que chegam por call center, aplicativo da empresa, e também via 156 da Prefeitura. Veja os dados:  

  • Entre julho e dezembro de 2023: 23.368 ocorrências  
  • Entre janeiro e o dia 10 de junho de 2024: 29.598 ocorrências  

No balanço, mês a mês de 2024, março e abril foram os que mais tiveram registros por enquanto, cerca de seis mil. Confira:  

  • Janeiro: 4.871 ocorrências  
  • Fevereiro: 4.870 ocorrências  
  • Março: 6.017 ocorrências  
  • Abril: 6.009 ocorrências  
  • Maio: 5.805 ocorrências  
  • Junho (até dia 10): 2.026 ocorrências  

A maior parte das solicitações é feita por meio do call center da empresa que é responsável pelo serviço. Foram 21.249 problemas registrados desta forma só este ano. Aplicativos concentraram 7.550, e o 156 da Prefeitura, 799.  

Escuridão que assusta  

Esses problemas de iluminação pública, que tem sido recorrentes, estão relacionados à falta de manutenção e também a casos de vandalismo. É comum ver casos de mau funcionamento, por exemplo, com a lâmpada acesa mesmo durante o dia, lâmpada apagada, ou lâmpada oscilando, piscando.  

- Publicidade -

Um dos pontos afetados pela escuridão fica na Avenida Orosimbo Maia, no Centro da cidade, entre as ruas Barata Ribeiro e a Sacramento. Só duas lâmpadas funcionam na área, em que dois postes estão completamente apagados, enquanto outros dois estão acesos “pela metade”.  

A escuridão afeta quem passa a pé e os passageiros que esperam o ônibus no ponto. “Incomoda bastante, principalmente quando o ponto está vazio. A visão também é muito ruim”, conta a auxiliar de cozinha Laila Ferreira.   

“A gente nunca sabe o que pode acontecer, principalmente com nós mulheres. Eu ando bastante sozinha, então preciso andar com bastante cuidado”, comenta a esteticista e massoterapeuta Verônica Veiga.  

Na Rua Dr. Delfino Cintra, em frente à Escola Estadual Benedito Sampaio tem poste com luz queimada, já na Avenida Engenheiro Antônio de Paula Souza, são três postes seguidos apagados na pista, cada um com quatro lâmpadas, ou seja, 12 estão apagadas.   

Na Rua Padre Vieira, no Centro, a insegurança de quem passa noites e mais noites no escuro se repete entre as ruas Riachuelo e Duque de Caxias. A aposentada Maria Helena Zangirolano, que mora na via, explica que, desde a metade do mês de maio, uma lâmpada que fica em frente ao condomínio fica intermitente ou às vezes apaga à noite inteira. “Falam que vão providenciar em 48 horas e até agora não foi resolvido”, disse.   

O acesso ao terminal metropolitano é um outro local onde o pedestre dificilmente tem o caminho iluminado. “Faz quatro anos que eu frequento o mesmo caminho e vira e mexe a empresa de energia vem aqui e arruma, mas dura uns dois ou três meses e depois volta a ficar na mesma escuridão de sempre”, relata o operador de loja Lucas Henrique Becalito.   

O rapaz, que trabalha no Jardim Santana, conta que já foi assaltado no trajeto em um dos pontos escuros. O ladrão aproveitou a escuridão para fazer a abordagem.   

Quem é responsável por resolver o problema?  

Desde que a Prefeitura contratou o consórcio Conecta Campinas no ano passado para dar conta de resolver esses problemas de iluminação pública, o grupo, formado por quatro empresas, deve manter a cidade adequadamente iluminada. O contrato tem previsão de 13 anos de duração e o valor total desse contrato é de R$ 239,5 milhões.  

Na época da assinatura, o secretário de Serviços Públicos de Campinas, Ernesto Paulella, afirmou à EPTV que a ideia era eliminar os pontos sem luz com a nova concessão. Só que, como é possível ver a partir dos dados, as queixas continuam acontecendo.  

“O contrato prevê a substituição de todas as luminárias existentes, que estão em vapor de sódio, metálica ou mercúrio para led. Esse assunto está ocorrendo em paralelo com a manutenção dos pontos existentes. Sob demanda, mandamos para o consórcio Conecta, ela nos apresenta um orçamento e um quantitativo de crédito para executar o serviço, manda para a Prefeitura, para aprovar o serviço, e, então, liberamos para execução”, explica o diretor do Departamento de Iluminação Pública, Luciano Carvalho.  

Segundo ele, essa execução tem sido feita “imediatamente”, em que o prazo para resolver o problema é de 48 horas, assim que o chamado é aberto. “Então, nesse período, nós fazemos a fiscalização por amostragem nesses pontos. Também temos no contrato uma empresa chamada de verificadora independente, que faz verificações mensais noturnas e diurnas”, finaliza.   

Sobre os pontos apresentados na reportagem da EPTV, o diretor disse que a Prefeitura se compromete em até a próxima segunda (24) ou terça-feira (25) eliminar os problemas com iluminação nos locais apontados. Ele afirma que a velocidade na realização do serviço está acontecendo entre 24 e 48 horas.   

Como reclamar sobre problemas de iluminação pública?  

Para registrar reclamações sobre esse tipo de problema, existem três canais:  

  • 0800 002 1747 – SAC da Conecta  
  • 156 – telefone de atendimento da Prefeitura de Campinas  
  • Site da Conecta – clique aqui  

*Com informações de Helen Sacconi/EPTV Campinas 

Quer ficar ligado em tudo o que rola em Campinas? Siga o perfil do acidade on Campinas no Instagram e também no Facebook

Receba notícias do acidade on Campinas no WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar o link aqui!

Faça uma denúncia ou sugira uma reportagem sobre Campinas e região por meio do WhatsApp do acidade on Campinas: (19) 97159-8294.

LEIA TAMBÉM NO ACIDADE ON PIRACICABA

Prefeitura faz mutirão de serviços gratuitos na Região da Pauliceia

Linha de ônibus sofre ajustes nos horários; confira

- Publicidade -
Vitória Silva
Vitória Silva
Repórter no ACidade ON Campinas. Formada em Jornalismo pela Unesp, tem passagem pelos portais Tudo EP e DCI, experiência em gravação e edição de vídeos, produção sonora e redação de textos, com maior afinidade com temas que envolvem cultura e comportamento.
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Notícias Relacionadas
- Publicidade -