Aguarde...

colunistas e blogs

Hilário Bocchi

Justiça suspendeu a reabertura do INSS que aconteceria hoje

Pedido feito pelos servidores foi acatado. Decisão judicial determinou que nenhum atendimento presencial seja realizado. Tudo deve seguir pelos canais remotos

| ACidadeON/Ribeirao

(Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil)
 

A Justiça aceitou um recurso do Sindicato dos Servidores do INSS do Estado de São Paulo suspendendo a reabertura das agências do INSS no dia 14/09. A divulgação foi feito ainda no domingo, dia 13.  


Clique aqui e assista. Falei em primeira mão.


A decisão foi clara ao dispor também que devem ser suspensas todas as atividades presenciais. Determinou ainda que devem ser mantidos os atendimentos pelos canais remoto: MEU INSS (meu.inss.gov.br) e telefone 135.


A decisão não fixou outra data para reabertura das agências. Fica tudo fechado até segunda ordem.

O Desembargador que deu a ordem judicial para não reabertura das agências e do atendimento presencial justificou sua decisão baseado na possível exposição dos Servidores e Segurados à contaminação da COVID-19.

Texto da decisão: "Registro, que há que se preocupar, ainda, com o segurado, que venha comparecer às agências do INSS sem portar EPI adequado. Neste caso, deverá o INSS também providenciar para que o segurado tenha EPI para que seu atendimento seja tão seguro quanto para os seus próprios servidores".

O Sindicato dos Servidores argumentou que a Previdência não demonstrou que tenha adquirido EPI eficaz para os Servidores, fato que poderia colocar em risco a saúde e a vida não só deles como também dos beneficiários que utilizam os serviços previdenciários.

Como qualquer outro trabalhador, os Servidores da Previdência necessitam de proteção, todavia esta medida tem grande repercussão, principalmente neste momento em que o INSS iniciou uma operação pente fino que vai atingir mais de 1,7 milhões de segurados e dependentes.


Caso tenha dúvida ou sugestão, fale comigo. Clique aqui!  

 









Mais do ACidade ON