Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Ação de combate à corrupção encaminha 33 denúncias para investigação

Das 36 denúncias recebidas em novembro do ano passado, 33 foram encaminhados aos órgãos competentes para apuração

| ACidadeON/Ribeirao

 

Foto: Divulgação do projeto
 

Mais de 30 casos com indícios de irregularidades em gastos e contratos foram encaminhados ao Ministério Público e Polícia Federal, neste mês, pela ação cívico-tecnológica '10 dias de Combate à Corrupção'. O projeto foi realizado em novembro do ano passado, em Ribeirão Preto. 

Os dossiês individuais, montados pela empresa de tecnologia Gedanken, idealizadora do RevelaGov (plataforma online de fiscalização e cruzamento de dados), surgiram a partir de denúncias recebidas nos encontros. Existência de licitação ou gastos narrados foram apurados.  

À época, palestras e debates sobre compliance na administração pública, medidas de melhoria de gestão e de prevenção a irregularidades foram ministradas para os inscritos. O acesso ao sistema citado acima, por meio de técnicas avançadas de big data, também foi liberado a população.  

"Os dados e denúncias mostram uma sociedade madura e mais atenta ao emprego dos recursos públicos. Seus resultados servirão de matéria-prima para ação dos MP Estadual e Federal, das polícias e da imprensa, e a correção de rumos por parte do Poder Executivo e do Legislativo", afirma o promotor de Justiça Leonardo Romanelli, integrante do Gaeco e força-tarefa da Operação Sevandija.   

Denúncias anônimas

O projeto, promovido com patrocínio ou apoio de 17 entidades, entres ela o MP, Acirp (Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto) e Instituto Ribeirão 2030, também mantém ativo um canal de contato para envio de denúncias anônimas. Veja aqui.  

Confira para onde as denúncias foram encaminhadas:  

*14 para Câmara, Prefeitura e promotoria do Patrimônio Público.
*8 para o Ministério Público Estadual
*11 para a Polícia Federal.


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook