ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

Esportes

Diretoria faz balanço positivo da participação do Leão na Copinha

Oito atletas vão 'subir' para a equipe profissional do Comercial de Ribeirão Preto

| ACidadeON/Ribeirao

Matheus Urenha / A Cidade
Oito jogadores que se destacaram na Copa São Paulo serão promovidos ao profissional do Leão (foto: Matheus Urenha / A Cidade)

 

O Comercial esteve a poucos minutos de voltar a disputar uma segunda fase de Copa São Paulo depois de 11 anos, mas o gol sofrido nos acréscimos pelo Paraná colocou um ponto final nesta história.

O time comandado pelo técnico Gustavo Marciano se despediu da competição de base na 3ª colocação do Grupo 11, com 4 pontos. O Alvinegro ficou com a mesma pontuação do Rio Branco, porém não conseguiu avançar por ter ficado em desvantagem no saldo de gols em relação ao time de Americana (-1 contra 1).
Apesar da nova eliminação ainda na primeira etapa da Copinha, a diretoria do Leão do Norte viu com bons olhos a participação do time no torneio.

“Tivemos um balanço bastante positivo, afinal não passamos por detalhes e pegamos uma chave bem difícil”, afirmou o presidente do clube, Ademir Chiari.

Os comercialinos também questionam a arbitragem de Luciano Rodrigo Zacharias no último jogo contra o Paraná. O time teve um gol anulado e dois jogadores expulsos no segundo tempo. “A Federação tem que estar atenta aos árbitros que manda para essas competições, porque acabou atrapalhando o nosso trabalho e o dos meninos”, reclamou o técnico Gustavo Marciano.

Novo foco

O clube volta agora suas atenções à preparação para o Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Segundo o presidente, oito jogadores do time júnior serão promovidos ao profissional.
Os nomes dos jovens deverão ser revelados ainda hoje, mas quem tem promoção garantida é o atacante Zé Andrade, artilheiro do Leão na Copinha, com três gols. “O Zé Andrade foi uma grata revelação. Até esperávamo por isso, mas ele foi além das expectativas”, disse Chiari. 

Confusões com comercialinos são relatadas em súmula pelo árbitro

O técnico Gustavo Marciano, o preparador físico Willian Piovan e o lateral Matheus Santos foram relatados na súmula do jogo contra o Paraná por causa das confusões após o apito final. Segundo o árbitro Luciano Rodrigo Zacharias, os integrantes da comissão técnica foram para cima do trio de arbitragem com ofensas e também fazendo ameaças. A súmula ainda aponta que o jogador teria se excedido ainda mais e dado um tapa no braço do quarto árbitro Marcos César Philomeno. Com o documento, os  membros da comissão técnica e o lateral Matheus Santos poderão ser levados a julgamento no TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) da Federação Paulista de Futebol. “O que o árbitro colocou na súmula não aconteceu. Falei com ele com educação e ele que passou a gritar comigo. Aliás, o jogo inteiro ele xingou os nossos atletas”, afirmou o técnico Gustavo Marciano.

Comentários

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também