Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

Política

Promessômetro entra no ar com todas as luzes vermelhas

Trata-se de uma ferramenta para fiscalizar o Plano de Metas, criado pelo prefeito Duarte Nogueira (PSDB) no início do mandato

| ACidadeON/Ribeirao

Veja como acessar o promessômetro (Arte / A Cidade)


A Câmara de Ribeirão Preto já tem disponível em seu portal o promessômetro. Trata-se de uma ferramenta para fiscalizar o Plano de Metas, criado pelo prefeito Duarte Nogueira (PSDB) no início do mandato (começo de 2017). E, de acordo com o dispositivo, nenhuma das 55 metas foi cumprida em mais de 540 dias de governo.  

O promessômetro é o um projeto da Mesa da Câmara que foi aprovado na sessão do dia 15 de maio. O Plano Metas está em uma aba do site do Legislativo (veja acima). As luzes vermelhas sinalizam que a meta não foi cumprida.  

Segundo o vereador Fabiano Guimarães (DEM), um dos idealizadores do promessômetro, um requerimento já foi protocolado pedindo informações para o Executivo. "A Prefeitura vai ter um prazo de 15 dias, renováveis por mais 15, para responder se alguma meta já foi cumprida", disse Guimarães, que é o segundo secretário da atual Mesa Diretora.  

"Trata-se de uma iniciativa muito boa, que cumpre o papel de fiscalizar o Executivo. A meta não é só acompanhar o atual prefeito. Queremos que as Câmaras futuras acompanhem os prefeitos futuros também", disse o presidente Igor Oliveira (MDB).  
A Câmara informou que a atualização das metas cumpridas será bimestral. De acordo com o projeto, para a luz verde acender, ainda será necessária a deliberação em plenário, ou seja, o colegiado da Câmara vai analisar a resposta da Prefeitura e votar para ver se considera a meta como cumprida.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também