Saúde de São Paulo libera vacina contra gripe para toda população Saúde de São Paulo libera vacina contra gripe para toda população

Saúde de São Paulo libera vacina contra gripe para toda população

Vacina trivalente, composta pelos vírus H1N1, a cepa B e o H3N2, do subtipo Darwin, que causou os surtos no final de 2021

Vacinação contra a gripe foi ampliada para toda população com idades acima de 6 meses. (Foto: Tomaz Silva / Agência Brasil)
  
O Estado de São Paulo ampliou a campanha de vacinação contra a gripe para toda a população acima de 6 meses de idade. A vacina aplicada é a trivalente, produzida pelo Instituto Butantan, composta pelos vírus H1N1, a cepa B e o H3N2, do subtipo Darwin, que causou os surtos no final de 2021.  

VEJA TAMBÉM
 

Maraisa, dupla com Maiara, sofre acidente em hotel de Jaboticabal
 

Hospital Santa Lydia abre novo processo seletivo em Ribeirão
 
A medida ocorre após o término da campanha de vacinação para os grupos prioritários com as doses remanescentes, que podem ser aplicadas em pessoas de outras faixas etárias. A campanha teve início em março e atingiu 45,1% do público-alvo, com 7,9 milhões de doses aplicadas.  

Entre as pessoas com mais de 60 anos, a imunização chegou 61,7%. Já entre as crianças, esse índice atingiu apenas 42%. A cobertura vacinal entre as gestantes é a menor entre os públicos, com apenas 31,5%.  

O público indígena foi o único que atingiu 100% de cobertura. As pessoas dos grupos inseridos anteriormente na campanha e que ainda não se vacinaram, podem comparecer aos postos.  

A secretaria estadual da Saúde alerta que neste período do ano, a circulação do vírus torna-se maior e, com isso, cresce a probabilidade das pessoas desenvolverem complicações da doença, como pneumonia, internação e óbito. Neste ano, foram hospitalizadas 1.646 pessoas por conta da gripe.  

Para aqueles que foram diagnosticados com covid-19, a recomendação é que sejam vacinados imediatamente após o término do período do isolamento. Além disso, para as crianças, entre 5 a 11 anos, é necessário um intervalo de 15 dias entre as vacinas destinadas à campanha e contra o coronavírus.  

LEIA MAIS  

Ribeirão Preto tem alerta de baixa umidade do ar nesta sexta-feira
 
 
Vacina da gripe foi produzida pelo Instituto Butantan (Foto: Divulgação/PMC)




Mais Notícias

Mais Notícias