Vereadores de Araraquara aprovam créditos para sepulturas e cirurgias Vereadores de Araraquara aprovam créditos para sepulturas e cirurgias

Vereadores de Araraquara aprovam créditos para sepulturas e cirurgias

Parlamentares deram aval, nesta quinta-feira (30), para a destinação de mais de R$ 9 milhões para diferentes áreas

Sessão Extraordinária da Câmara de Araraquara foi realizada nesta quinta-feira (30) (Foto: Divulgação)


Vereadores de Araraquara aprovaram nesta quinta-feira (30) a abertura de oito novos créditos no orçamento em execução, somando quase R$ 9 milhões em recursos para diferentes áreas. O encontro teve quatro ausências registradas: Lucas Grecco (União Brasil), Marchese da Rádio (Patriota), João Clemente (PSDB) e Lineu Carlos de Assis (Podemos).

A Sessão Extraordinária aconteceu devido ao adiamento por dois meses da discussão e votação das contas anuais da Prefeitura, relacionadas ao exercício financeiro-fiscal de 2018. O adiamento travou a pauta da Câmara nas Sessões Ordinárias, quando outros projetos já relacionados não podem ser votados.  

Apesar disso, as sessões ordinárias continuarão acontecendo às terças-feiras, com Tribuna Popular e Pequeno Expediente, no entanto, quando chegarem na Ordem do Dia, serão encerradas. 

VEJA TAMBÉM 

Em Araraquara, Tarcísio defende socorro para as Santas Casas 

Dívida com precatórios será investigada pela Câmara de Araraquara



O QUE FOI DISCUTIDO?
O valor de R$ 550,9 mil é para construção de 180 unidades de sepulturas dos tipos S2, S3 e SG - Quadra A-36, para atender a demanda de sepultamentos no Cemitério dos Britos, a fim de se evitar a interrupção nos serviços de sepultamento, bem como evitar transtornos à população.

O crédito de R$ 271,7 mil é para manutenção das áreas verdes públicas - praças públicas, canteiros centrais, dispositivos viários, bosques e parques municipais -, compreendendo roçada de gramados, serviços de manutenção a serem realizados diariamente, controle mecânico de plantas daninhas e invasoras, maquinários, com o fornecimento de insumos, equipamentos, EPIs e EPCs necessários.

Para o Programa de Reinserção Social, para a contratação de 400 reeducandos, está o valor de R$ 1.,4 milhão. O programa é desenvolvido em parceria com os Centros de Ressocialização e com a Penitenciária 'Dr. Sebastião Martins Silveira'. O recurso resulta da anulação parcial de dotações da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos.

Já R$ 218,5 mil são destinados para a construção de módulo de apoio do Gatil 2 do Parque Pinheirinho, para expansão e adequação da estrutura física para melhor abrigar os animais. O recurso é de convênio celebrado entre o Governo do Estado de São Paulo e o município, sendo que R$ 100 mil se referem a repasse estadual e R$ 118,5 mil de contrapartida do município.

Para o Programa Municipal de Acolhimento Institucional Provisório de crianças e adolescentes está o valor de R$ 554 mil. O programa é desenvolvido junto à Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social e contribui para a redução das violações dos direitos socioassistenciais, seus agravamentos ou reincidências, por meio do aumento da proteção social.

Tem também o valor de R$ 170 mil para implantação do projeto 'Caminho de Ignácio de Loyola Brandão', no qual 18 locais da cidade que foram importantes na vida do escritor serão estruturados para receberem turistas e incentivarem a literatura, com conteúdos em áudios e placas indicativas.  

O ponto de partida será a casa onde Loyola viveu sua infância, na Avenida Djalma Dutra, no São José, e a chegada será na Biblioteca Municipal, biblioteca que abrigará parte do acervo pessoal do jornalista e escritor, o primeiro araraquarense imortal da Academia Brasileira de Letras (ABL). A implantação do acervo é uma parceria da Academia Araraquarense de Letras com a Prefeitura.

Para contratação de serviços auxiliares de diagnose e terapêutica adicionais e para custeio da Santa Casa de Araraquara, os créditos são de, respectivamente, R$ 250 mil e R$ 3 milhões.

E R$ 2,1 milhões são para contratação de serviços auxiliares de diagnose e terapêutica adicionais, manutenção das ações e serviços das Unidades de Urgência (UPAs e Unidade de Retaguarda do Melhado) e de transporte intramunicipal de pacientes para tratamentos de saúde, além da aquisição de equipamentos para a Atenção Básica, com recursos oriundos de Emendas Parlamentares Federais Individuais.  


LEIA MAIS 

Araraquara registra mais de 15 mil casos de dengue em seis meses

Walter Strozzi

Formado em Jornalismo pela Universidade de Araraquara (Uniara), Walter Strozzi é repórter no acidade on e colunista da CBN Araraquara desde 2018. Anteriormente atuou na Tribuna Impressa e Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal.+ info

Mais Notícias

Mais Notícias