- Publicidade -
CotidianoAdoções de crianças mais velhas crescem em Campinas

Adoções de crianças mais velhas crescem em Campinas

Em 2023 foram adotadas oito crianças maiores de 12 anos na cidade. Em 2022, foram cinco

- Publicidade -

A cidade de Campinas registrou no ano passado o maior número de adoções de crianças mais velhas nos últimos cinco anos, de acordo com informações do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo). Mas, apesar disso, sete em cada dez crianças adotadas têm até 8 anos.

Em 2023, foram adotadas na cidade oito crianças maiores de 12 anos. Em 2022, cinco.

- Publicidade -

Mas, deixando de lado a faixa etária, 68 crianças e adolescentes foram adotados no ano passado, alta de 61,9% em relação a 2022. Porém, nos últimos cinco anos, a maior quantidade de adoções foi em 2021, com 74 ao todo.

Ainda de acordo com o TJ-SP, Campinas teve no ano passado o maior número de crianças acolhidas em abrigos desde 2019.

“Muitas vezes o casal quer uma criança até 2 anos, isso é uma realidade. Mas há a necessidade também de se conscientizar que existem crianças com mais idade do que isso que também precisam de um lar, precisam do pai, da mãe, precisam de uma família”, afirma o juiz titular da 2ª Vara da Família de Campinas, Wagner Roby Gidaro.

Atualmente, há 1.067 crianças e adolescentes para adoção no estado de São Paulo, e a maioria tem entre 14 e 16 anos.

Exemplos de adoções de crianças mais velhas

O tosador Lucca Mantoani e a esposa Mayara, por exemplo, adotaram Dandara, que tem 18 anos, surdez parcial e dificuldade de aprendizado.

- Publicidade -

“As pessoas querem crianças, sem deficiência, brancas. Uma criança que está dentro do abrigo é que nem um passarinho preso. A Dandara ficou dez anos dentro [do abrigo], ela veio para fora e não sabia nada da vida. Para mim, adoção é amor”, afirma Lucca.

Como faço para adotar?

O primeiro passo é ir pessoalmente à Vara da Infância e da Juventude da sua região. Lá, você será orientado quanto à documentação que deve apresentar para dar entrada ao seu pedido.

Agora também é possível fazer um pré-cadastro (disponível no link https://www.cnj.jus.br/sna/), antes de comparecer à Vara da Infância.

Após o preenchimento do pré cadastro e munido do número de protocolo e dos documentos necessários (incluir link para a página Documentos Necessários), procure a Vara da Infância e Juventude da sua região (saiba mais aqui).

Quer ficar ligado em tudo o que rola em Campinas? Siga o perfil do acidade on Campinas no Instagram e também no Facebook.

Receba notícias do acidade on Campinas no WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar o link aqui!

Faça uma denúncia ou sugira uma reportagem sobre Campinas e região por meio do WhatsApp do acidade on Campinas: (19) 97159-8294.

LEIA TAMBÉM NO TUDO EP

O que muda com o novo CPF?

Instagram e Threads reduzirão alcance de conteúdo político

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Notícias Relacionadas
- Publicidade -