- Publicidade -
CotidianoEm 2023, Campinas deixou de atender 77% dos pedidos de poda de árvores

Em 2023, Campinas deixou de atender 77% dos pedidos de poda de árvores

Cidade conta apenas com sete equipes para realizar este serviço, mas pretende contratar mais profissionais especializados ainda este ano

- Publicidade -

Em 2023, a Prefeitura de Campinas atendeu 5.500 pedidos de poda de árvores, mas deixou de atender 77% do total das solicitações. Os dados foram obtidos pela EPTV/ Campinas via Lei de Acesso à Informação.

Ainda de acordo com os números, os pedidos aumentaram 95% em um ano. Em 2022, foram quase quatro mil, sendo que 57% deles não foram atendidos.

De 2022 para 2023, a porcentagem do que não foi feito pela Prefeitura cresceu 95%.

- Publicidade -

A cidade conta apenas com sete equipes para realizar este serviço. Por isso, é comum haver placas de sinalização escondidas, e galhos encostando nos fios dos postes.

Em uma praça no bairro Vila Nova, um galho grande caiu com as últimas chuvas, mas, segundo o fisioterapeuta Pedro Henrique de Araújo faz tempo que a Prefeitura não aparece por lá.

“Eu não tenho nem ideia de qual foi a última vez que foi feito poda aqui. Muito tempo. Acho que, talvez, mais de um ano que não há essa poda das árvores. O que chama nossa atenção, o que nos preocupa, são as árvores que já estão invadindo a rua. Para os carros transitarem, eles precisam ocupar só metade da rua porque a árvore não permite”, afirma.

“As pessoas que gostam de caminhar aqui na praça, ou você caminha pelo interior da praça, ou você se desloca para o meio da rua porque não é possível passar em alguns pontos, porque a árvore acaba invadindo a calçada“, pontua.

A babá Geralda Araújo mora na mesma região e precisa passar pelo local à noite, ao voltar do trabalho.

- Publicidade -

“Eu acho um absurdo o que acontece com as nossas praças. A gente vê as árvores crescendo desordenadamente, principalmente na parte baixa. É onde a gente vê a necessidade de um cuidado da prefeitura, do DPJ […] Sempre tem essa necessidade de fazer uma poda, mas não para destruir a praça“, diz.

Pedidos de poda

Desde 2017, a publicitária Alessandra Alabi já fez três pedidos de podas, mas sem sucesso. Recentemente, houve um pequeno incêndio depois que um galho encostou na fiação.

“É um desprezo com as nossas praças de Campinas. Essa praça está totalmente coberta por árvores gigantescas cobrindo fios, com muita escuridão, e isso é muito perigoso”, diz.

O outro lado

O secretário de Serviços Públicos de Campinas, Ernesto Paulella, afirmou que até março mais oito equipes serão  contratadas.

“A primeira questão é assim, 2023 foi atípico. Nós tivemos chuvas intensas, quedas de 800 árvores na cidade durante o ano, duas mortes, e tudo isso alertou muito a população em relação a árvores. A maioria dos pedidos, isso tem vistoria, não procede. A poda de árvores exige um conjunto de variáveis. O prefeito autorizou mais oito equipes que está em licitação”, declarou.

Quer ficar ligado em tudo o que rola em Campinas? Siga o perfil do acidade on Campinas no Instagram e também no Facebook.

Receba notícias do acidade on Campinas no WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar o link: https://bit.ly/2XrTytC

Faça uma denúncia ou sugira uma reportagem sobre Campinas e região por meio do WhatsApp do acidade on Campinas: (19) 97159-8294


LEIA TAMBÉM NO TUDO EP

Procurada pelo FBI, Patrícia Lélis deixa escapar localização em rede social

Rede social Kwai é investigada pelo MPF por suposto conteúdo falso

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Notícias Relacionadas
- Publicidade -