- Publicidade -
CotidianoNova vacina da covid-19: Campinas vai receber mais de 50 mil doses do imunizante

Nova vacina da covid-19: Campinas vai receber mais de 50 mil doses do imunizante

Governo de SP anunciou nesta terça-feira (21) a distribuição do imunizante, que deve ser concluída até a próxima semana

- Publicidade -
- Publicidade -

O governo de São Paulo anunciou nesta terça-feira (21) que começou a distribuir as doses da vacina monovalente contra covid-19 para os municípios paulistas. Segundo a secretaria de Estado da Saúde, foram recebidas mais de 519 mil unidades do imunizante.

Desse total, Campinas irá receber 51.580 doses da vacina Spikevax, da farmacêutica Moderna. A cidade está com os estoques de vacinas da covid-19 para adultos zerados desde o dia 9 de abril. Ainda não há uma previsão de quando a vacinação para adultos será retomada – veja mais abaixo. 

De acordo com o Estado, a distribuição das doses pelas regiões paulistas deve ser concluída até a próxima semana. O Ministério da Saúde já havia informado, em nota enviada ao acidade on, que as doses foram entregues para o estado de São Paulo na terça-feira passada (14).   

Quando a nova vacina da covid-19 vai chegar em Campinas?  

Apesar de questionado pelo acidade on, não foi informada uma data específica para entrega do imunizante à Campinas e demais cidades. Até a tarde desta terça-feira (21), a secretaria de Saúde da metrópole também não tinha nenhuma estimativa de entrega da nova vacina da covid-19 por parte do governo de São Paulo. Portanto, ainda não há uma data de retorno da vacinação para a população campineira adulta.   

As vacinas começaram a ser distribuídas aos GVEs (Grupos de Vigilância Epidemiológica) regionais, segundo nota do governo. Os GVEs disponibilizam os imunizantes aos seus municípios de abrangência, que definem as estratégias operacionais de vacinação.  

Sem data definida, a Administração Estadual apenas comunicou que as doses “estão sendo distribuídas de acordo com cronograma estabelecido para garantir a qualidade do imunizante, respeitando as boas práticas de transporte dos produtos que são sensíveis a variações de temperaturas”.   

Atraso na entrega do imunizante

No dia 20 de abril, o Ministério da Saúde confirmou a compra de 12,5 milhões de doses de vacina contra a covid-19 da farmacêutica Moderna. Segundo a pasta, os imunizantes deveriam chegar à população nos 15 dias seguintes à confirmação, ou seja, até dia 5 de maio.     

- Publicidade -

No entanto, as primeiras entregas da vacina atualizada começaram a ser enviada aos estados no dia 9 de maio, em que São Paulo recebeu o imunizante no dia 14, mas anunciou a distribuição para os municípios uma semana depois, nesta terça-feira (21).  

Questionado pelo acidade on sobre um possível atraso na distribuição do imunizante, o Ministério da Saúde disse que não houve demora na entrega das doses da nova vacina contra a covid-19.   

“Tão logo o imunizante contra a variante da covid-19 foi aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), em dezembro de 2023, o Ministério da Saúde iniciou o processo de aquisição para abastecimento de toda a rede do SUS (Sistema Único de Saúde)”, afirmou.   

Quem pode tomar a nova vacina da covid-19?  

Segundo o governo de São Paulo, as doses da nova vacina da covid-19 são voltadas para imunização do público prioritário, que abrange:  

  • Crianças entre 6 meses a 4 anos;  
  • Pessoas com 60 anos ou mais;  
  • Gestantes;  
  • Puérperas;  
  • Imunocomprometidos;  
  • Pessoas a partir de 5 anos com comorbidades.   

Desde o início deste ano, a imunização contra a covid-19 foi incluída no calendário vacinal das crianças menores de 5 anos e na estratégia de vacinação anual para os grupos prioritários.    

“Vale ressaltar que a adesão ao esquema vacinal permite a redução de casos graves e óbitos pela covid-19, sobretudo com o surgimento de novas variantes do vírus. Visto isso, a composição das doses de reforço são atualizadas para ampliarem a proteção do sistema imunológico, induzindo respostas mais eficazes dos anticorpos contra as mutações altamente circulantes”, disse o governo.   

Outros municípios que vão receber a vacina  

Além de Campinas, os outros municípios que vão receber a leva de vacinas da covid-19 são:  

  • Capital paulista (135.360 doses)  
  • Franco da Rocha (6.300 doses)  
  • Assis (6.050 doses)  
  • Presidente Prudente (5.900 doses)  
  • Presidente Venceslau (4.050 doses)  
  • São José do Rio Preto (17.150 doses)  
  • Barretos (5.290 doses)  
  • Araçatuba (9.690 doses)  
  • Marília (8.570 doses)  
  • Bauru (14.690 doses)  
  • Franca (7.790 doses)  
  • Botucatu (7.610 doses)  
  • Mogi das Cruzes (29.690 doses)  
  • Piracicaba (17.370 doses)  
  • São João da Boa Vista (10.270 doses)  
  • São José dos Campos (13.050 doses)  
  • Caraguatatuba (3.930 doses)  
  • Sorocaba (25.500 doses)  
  • Itapeva (3.140 doses)  
  • Registro (3.900 doses)  
  • Santos (24.630 doses)  
  • Taubaté (14.430 doses)  
  • Santo André (30.160 doses)  
  • Osasco (30.490 doses)  
  • Araraquara (11.820 doses)  
  • Ribeirão Preto (17.040 doses)  
  • Jales (3.735 doses) 

Quer ficar ligado em tudo o que rola em Campinas? Siga o perfil do acidade on Campinas no Instagram e também no Facebook

Receba notícias do acidade on Campinas no WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar o link aqui!

Faça uma denúncia ou sugira uma reportagem sobre Campinas e região por meio do WhatsApp do acidade on Campinas: (19) 97159-8294.

LEIA TAMBÉM NO ACIDADE ON PIRACICABA

PF e Gaeco fazem operação contra o ‘novo cangaço’ com ações em Piracicaba

Batida entre caminhão e caminhonete deixa dois feridos

- Publicidade -
Vitória Silva
Vitória Silva
Repórter no ACidade ON Campinas. Formada em Jornalismo pela Unesp, tem passagem pelos portais Tudo EP e DCI, experiência em gravação e edição de vídeos, produção sonora e redação de textos, com maior afinidade com temas que envolvem cultura e comportamento.
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Notícias Relacionadas
- Publicidade -