- Publicidade -
CotidianoPolícia Federal prende professor com pornografia infantil em Campinas

Polícia Federal prende professor com pornografia infantil em Campinas

Educador trabalha no ensino público e é um dos três alvos da operação; entenda o que aponta a investigação

- Publicidade -

A PF (Polícia Federal) prendeu um professor com materiais de pornografia e abuso infantil na manhã desta quinta-feira (18) no bairro Jardim Lisa, em Campinas, durante o cumprimento da operação “Escudo da Inocência”. Outros dois investigados também foram alvos das ações em São João da Boa Vista e Vargem Grande do Sul, onde foram cumpridos mandados de busca e apreensão.

- Publicidade -

De acordo com os responsáveis pela investigação, o educador atua no ensino público fundamental e foi preso em flagrante devido à posse de arquivos ilícitos durante o trabalho de busca feito na casa onde ele mora na manhã de hoje. O homem detido foi levado à sede da PF em Campinas, onde uma entrevista coletiva deve ser concedida para dar detalhes sobre os suspeitos.

Segundo o comunicado do órgão, o objetivo da operação é “reprimir crimes de exploração sexual infantil envolvendo compartilhamento e posse de arquivos com conteúdo de abuso infantil e o possível resgate de vítima de abuso infanto-juvenil”. Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pela Justiça Federal de Campinas e pela Justiça Federal de São João da Boa Vista.

O que diz a investigação?

As apurações sobre os três casos começaram a partir das análises feitas por policiais federais especializados “por meio do rastreamento de arquivos ilícitos produzidos potencialmente na região de Campinas”. Conforme a PF, na cidade e em São João da Boa Vista, os envolvidos teriam milhares de arquivos com “potencialmente vinculados a eles divulgados em redes sociais” ou em nuvem.

“Além dos crimes de posse e compartilhamento de arquivos, durante a investigação foram constatados indícios de possível abuso sexual infanto-juvenil cometido pelo investigado residente em Vargem Grande do Sul, afirma o órgão.

Os alvos vão responder por crimes do Código Penal e do Estatuto da Criança e Adolescente. Entre eles, abuso de vulnerável e produção, armazenamento e divulgação de material ilícito envolvendo crianças e adolescentes.

- Publicidade -

Quer ficar ligado em tudo o que rola em Campinas? Siga o perfil do acidade on Campinas no Instagram e também no Facebook.

Receba notícias do acidade on Campinas no WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar o link: https://bit.ly/2XrTytC

Faça uma denúncia ou sugira uma reportagem sobre Campinas e região por meio do WhatsApp do acidade on Campinas: (19) 97159-8294

LEIA TAMBÉM NO TUDO EP

Suzane von Richthofen vende sandália falsa de marca de luxo em sua loja

Dia de São Sebastião: veja simpatias e curiosidades

- Publicidade -
Leandro Las Casas
Leandro Las Casas
Graduado pela PUC-Campinas desde 2011, atua há 14 anos no Jornalismo, área na qual cobriu sete eleições, participou de grandes coberturas e esteve a frente de podcasts e projetos de assessoria. Começou a carreira na rádio CBN Campinas, onde foi estagiário, repórter e apresentador. No acidade on Campinas, assina matérias e reportagens de todas as editorias desde 2021.
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Notícias Relacionadas
- Publicidade -