Aguarde...
ON Run

onrun

O que são e a função das vitaminas?

Entenda o conceito e a função das vitaminas no nosso corpo

| Especial para ON Run

O que são e a função das vitaminas? Crédito: Divulgação/Pixabay

As vitaminas são compostos orgânicos e nutrientes essenciais no funcionamento do nosso corpo, tanto sua deficiência como seu excesso podem causar várias doenças. Embora não sejam fonte de energia, possuem outras características, sendo divididas em hidrossolúveis (solúveis em água) e lipossolúveis (solúveis em gordura).  

As hidrossolúveis são as vitaminas do complexo B e a vitamina C. Por serem solúveis em água, elas são armazenadas em pequenos estoques e eliminadas pela urina, com exceção da vitamina B12 que é armazenada no fígado. A vitamina C pode sofrer alterações se for exposta ao calor, então seu consumo deve ser feito o mais rápido possível.  

As lipossolúveis são as vitaminas A, D, E e K, que são mais difíceis de serem eliminadas, logo, o excesso no seu consumo pode trazer problemas. Elas podem ser encontradas em alimentos de origem animal ou vegetal.  

As principais fontes de cada vitamina
Vitamina A: cenoura e outras frutas e verduras de cor amarela, laranja e vermelha, fígado e gema de ovo;
Complexo B: cereais integrais, carnes e ovos;
Vitamina C: frutas cítricas como laranja, limão, acerola e abacaxi;
Vitamina D: leites, derivados e óleos de peixe, associados a exposição ao sol;
Vitamina E: óleos vegetais e K, folhas verde escuras.   


Importantes por dezenas de razões, as vitaminas são responsáveis por desempenhar uma série de funções relacionadas ao nosso sistema nervoso, circulatório e imune, além de auxiliar na absorção de outros nutrientes, no bom funcionamento de células e tecidos, na produção de hormônios, enzimas e colesterol, tem ação antioxidante e cicatrizante, age no bom funcionamento da visão e na qualidade da pele, dos ossos e dos dentes.  

A ingestão de altos níveis de vitaminas, normalmente em decorrência de suplementação sem orientação, não apenas pela ingestão através da alimentação, pode ocasionar consequências negativas como: problemas de pele, queda de cabelo, câimbras, náuseas, vômitos, perda de apetite, cólicas, diarreia e até levar a situações mais graves como lesões no fígado, interrupções de crescimento, pressão alta, cálculos renais, queda na frequência respiratória, convulsões e levar a morte.  

Uma alimentação variada que inclua diariamente porções de legumes, verduras e frutas além de cereais, leguminosas, carnes, leites e derivados tende a atender as necessidades de vitaminas, mas cada caso e fase de vida precisa ser avaliada individualmente com a ajuda de um nutricionista para formular um cardápio que não ultrapasse e nem falte estes nutrientes.