Aguarde...

ACidadeON

Voltar

colunistas e blogs

Vicente Golfeto

Três prismas de atitudes ilícitas de consumidores

Confira a análise no texto do professor Vicente Golfeto

| ACidadeON/Ribeirao

    As palavras são fêmeas que, recatadas, têm alma mas são entes que escondem mais do que mostram. Os números, que, para o filósofo grego Pitágoras, "governam o mundo", ao contrário, são entes que mostram mais do que escondem. E é através da soma desses entes, palavras e números, que nós pretendemos, através do texto e dos quadros imediatamente abaixo, demonstrar uma das facetas e um dos prismas através dos quais podemos ver aspectos da realidade do morador de Ribeirão Preto. Se não tanto, pelo menos de parte desses moradores.
    Os quadros a que nos referimos abrangem o primeiro semestre, de janeiro a junho, de doze exercícios administrativos e financeiros do Daerp, Departamento de Água e Esgoto de Ribeirão Preto, de 2 008 a 2 019. Os números que compõem os referidos quadros tratam: 1- da retirada de ligações clandestinas; 2- da violação de hidrômetros; e 3- de ligação sem autorização da autarquia. Como se vê, são ilícitos que, se não estão sendo drasticamente reduzidos, apesar da crise econômica que vivemos que normalmente afeta também o comportamento ético das pessoas, não têm aumentado.

.
    No que toca, especificamente, a ligações feitas sem a devida autorização do Daerp, vemos que no corrente ano de 2 019, talvez até em consequência de maior fiscalização, o número de 5 atitudes ilícitas contrasta com o pico de 140 ocorrida no período de janeiro a junho de 2 017. O que é, pelo menos, um aspecto positivo desta realidade. Ou será que não houve fiscalização como em outros tempos?