Publicidade

cotidiano

Casal de Ribeirão acusado de matar cachorro ganha liberdade provisória

Casal foi solto na tarde desta segunda-feira (20), após audiência de custódia; TJ-SP diz que eles responderão em liberdade por crime contra a fauna

| ACidadeON/Ribeirao -

Cão Jhon teria sido agredidos com pauladas pelos tutores, diz o boletim de ocorrência - Foto: Reprodução/redes sociais 
 

O casal preso em flagrante acusado de agredir e matar o cachorro de estimação foi solto na tarde desta segunda-feira (20), após audiência de custódia, em Ribeirão. 

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) informou que a dupla recebeu o direito à liberdade provisória, mas um inquérito foi aberto e o casal segue sendo investigado por crime contra à fauna.  

LEIA MAIS
Caminhão tomba ao fazer retorno em rodovia de Ribeirão Preto
Motoristas de ônibus mantêm greve para terça em Ribeirão

O cachorro chamado Jhom, que era sem raça definida, chegou a ser resgatado pela protetora de animais Amanda Gonçalves, a Florzinha, mas não resistiu aos ferimentos

Ele estava internado em uma clínica particular na zona Sul da cidade após sofrer um traumatismo craniano. Amanda disse que o cão havia sido adotado pelo casal em 2018 - veja o desabafo da tutora no vídeo abaixo. 

O caso 

Segundo o boletim de ocorrência (BO), o animal foi encontrado desacordado e com sangramento pelas narinas no imóvel onde o casal foi preso neste domingo (19), na zona Norte de Ribeirão Preto. 

A mulher suspeita da agressão contra Jhom chegou a ser mordida pelo cachorro no braço esquerdo e passou por atendimento médico antes de ser levada à CPJ (Central de Polícia Judiciária) Permanente de Ribeirão. 

Testemunhas disseram à PM (Polícia Militar) que presenciaram as agressões e afirmaram que já tinham ocorrido outras vezes. Ambos passaram a noite na penitenciária antes de serem soltos na tarde desta segunda.   

VEJA TAMBÉM - Ribeirão Preto será sede de encontro de negócios em inovação


Publicidade