Aguarde...

cotidiano

Covid-19: Cava do Bosque vira abrigo para pessoas em situação de rua

Complexo esportivo da Cava do Bosque, em Ribeirão Preto, atende moradores em situação de rua durante a pandemia do novo coronavírus (covid-19)

| ACidadeON/Ribeirao

Na Cava do Bosque, pessoas em situação de rua também recebem roupas limpas (Foto: Francisco Ferreira/CCS Ribeirão)
 
As competições esportivas estão paralisadas em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19), mas isso não é um empecilho para a utilização da estrutura do complexo esportivo da Cava do Bosque, em Ribeirão Preto. Em um dos ginásios foi montado um abrigo para pessoas em situação de rua.  

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE RIBEIRÃO PRETO
 
O espaço tem capacidade de atender até 60 pessoas, entre 18 e 60 anos de idades, simultaneamente. Além do abrigo noturno, que começou a funcionar no último sábado (18), também são servidas três refeições ao dia, roupas limpas, além dos vestiários terem sido utilizados para higienização.  

Segundo a prefeitura, todas as pessoas que procuram o espaço recebem máscaras e recebem orientações sobre ações de prevenção da covid-19, que são cobradas deles para que eles possam ficar.  

"Lá dentro, eles estão recebendo todas as informações sobre a pandemia e os riscos", explica Isaías Cruz de Oliveira, gerente do Instituto Limite, entidade parceira da prefeitura que administra o projeto.  

Ele conta que durante a última semana equipes da Assistência Social passaram nas ruas da cidade para orientar os moradores de rua a procurarem a Cava do Bosque.  

"Queremos o quanto menos pessoas fiquem na rua, é o foco do projeto", pontua Isaías, que afirma que no local são seguidos todos os protocolos determinados pela secretaria da Saúde.  

De acordo com o Instituto, não há casos de pessoas em situação de rua com suspeita da covid-19 em Ribeirão Preto.  

Contudo, os assistentes sociais estão atentos a sintomas que possam ser demonstrados pelas pessoas que procuram o projeto, além disso é realizado a medição da temperatura assim que ela chegar na Cava do Bosque. "Se a gente detectar alguma possibilidade de suspeita, nós fazemos o encaminhamento para unidades de saúde", pontua.  

Leia mais:
Comerciante distribui 50 kg de bananas no Centro e Ribeirão  

Município distribui kits de higiene para moradores de rua  

Membro de ONG relata dificuldade em informar moradores de rua


Mais do ACidade ON