Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Gaeco e PF cumprem mandados de busca e apreensão em investigação da Sevandija

Ação acontece nesta sexta (6), em Ribeirão Preto, Sertãozinho e São Paulo e visa apurar lavagem de dinheiro público por meio da compra de empreendimentos imobiliários

| ACidadeON/Ribeirao

Agentes apreenderam documentos em imóvel no Jardim Canadá (Foto: Paulo Souza / EPTV)


Atualizada às 13h46 

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), do Ministério Público de São Paulo, e a PF (Polícia Federal) cumprem nesta sexta-feira (6) seis mandados de busca e apreensão durante investigação da Operação Sevandija.  

A ação ocorre em Ribeirão Preto, Sertãozinho e na Capital paulista. A suspeita é de lavagem de dinheiro desviado da Prefeitura de Ribeirão Preto, que teria sido aplicado na compra de empreendimentos imobiliários na região. 

Em Ribeirão, os promotores e agentes estiveram em uma casa no Jardim Canadá, na zona Sul, e em um imóvel na Vila Tibério, região Oeste, onde mora a mãe do ex-marido da ex-prefeita Dárcy Vera, Mandrisson Almeida.

Na Capital, o Gaeco e a PF estiveram em um apartamento dele, no Centro da cidade.  

Mandrisson disse à EPTV que nada teria a comentar sobre as buscas e que estaria tranquilo em relação à Justiça.  

Compra de imóveis

Segundo o Gaeco, durante os desdobramentos da Sevandija foram apreendidos documentos e contratos particulares. Após interceptação de e-mails, os documentos teriam revelado transações e ativos imobiliários até estão desconhecidos pelos órgãos de fiscalização e controle patrimonial.  

O Gaeco informou que as investigações prosseguirão sob sigilo. 

Operação Sevandija apura desvios dos cofres da Prefeitura de Ribeirão Preto (Foto de arquivo: Weber Sian / A Cidade)

Mais do ACidade ON