Aguarde...

cotidiano

Caso Kelly: Policial anotou placa de carro de suspeito em fuga

Segundo BO, um policial militar que também estava na churrascaria, em Ribeirão Preto, ainda teria conseguido visualizar o rosto do homem quando ele tirou o capacete

| ACidadeON/Ribeirao

Kelly Cristina da Silva Flauzino tinha 41 anos de idade (Foto: Rede social)
 

Um policial militar conseguiu anotar a placa do carro utilizado pelo suspeito de matar a vendedora Kelly Cristina da Silva Flauzino, de 41 anos. O crime ocorreu neste domingo (8), no Centro de Ribeirão Preto. 

LEIA MAIS - Família de Kelly pede justiça após assassinato em Ribeirão

Segundo o boletim de ocorrência (BO), o militar também estava na churrascaria de onde a vítima havia acabado de sair com uma amiga. Elas embarcavam em um carro de transporte por aplicativo. O principal suspeito do crime seria o ex-companheiro da vítima, contra o qual já havia medida protetiva. Ele ainda não foi encontrado.

Ainda de acordo com o BO, o agente disse à Polícia Civil que chegou a ir em direção ao homem, mas ele entrou em um carro Volkswagen Polo, estacionado na equina das ruas Floriano Peixoto e Duque de Caxias, e conseguiu fugir. 

Porém, o policial teria visto o rosto do homem assim que ele tirou o capacete que usava no momento do crime. A ação foi registrada por uma câmera de segurança. (assista abaixo)

O caso foi registrado como homicídio qualificado e feminicídio e está sob investigação da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Ribeirão.

A Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) disse, por meio de nota, que não poderia divulgar informações "para não atrapalhar o trabalho policial".    



Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON