Técnico da EPTV é atropelado e morre na Anhanguera

Josimar Lourenço de Souza estava desaparecido desde o último domingo (8), quando foi visto pela última vez em um bar

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Júlia Fernandes
Reprodução Facebook
Josimar Lourenço era técnico de externa na EPTV de Ribeirão Preto (Foto: Reprodução Facebook)

 

O corpo de Josimar Lourenço de Souza, de 31 anos, foi encontrado às margens da rodovia Anhanguera, próximo a Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo), em Ribeirão Preto, na madrugada desta terça-feira (10). Ele era técnico de externa da EPTV.

A vítima foi atropelada por um caminhão, que seguia sentido Uberaba-MG, às 4h desta terça-feira.

ACidade ON apurou que, na sequencia, o carro de Josimar, uma Sandeiro de cor prata, foi localizado pela Polícia Militar Rodoviária na estrada velha de Jardinópolis, com dinheiro e sem os documentos. Porém, não havia sinais de arrombamento. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Contudo, um teste de bafômetro já foi feito no motorista do caminhão, que prestou socorro e chamou o policiamento, com resultado negativo. Um boletim de ocorrência (BO), registrado como homicídio culposo na direção de veículo automotor foi registrado para o caso.

Morte ainda é um mistério

Amigo da vítima há 10 anos, Rafael da Silva Leão, 26, foi quem reconheceu o corpo – devido a ausência dos documentos, Josimar foi encaminhado pela perícia criminal, que constatou a morte ainda no local do acidente, ao IML (Instituto Médico Legal) como ‘pessoa desconhecida’.

“Foi fácil por conta das roupas e a barba, que ele estava deixando crescer, mas o rosto estava completamente desfigurado”, explica.

E completa: “O que aconteceu com ele ainda é um mistério para nós. Ele tinha problemas com a ex-mulher, mas não havia reclamado de nada”.

Ele estava desaparecido desde domingo (8), quando foi visto pela última vez em um bar no Parque Ribeirão.

A dupla esteve junta no mesmo dia em que ele desapareceu, em uma confraternização no Geraldo de Carvalho. Rafael conta que, na ocasião, percebeu que Josimar estava preocupado e foi embora da festa mais cedo que os demais. Depois disso, a família não teve mais notícias.

Josimar Lourenço de Souza, que era natural de Cristália-MG, deixou uma filha de 8 anos. O horário do velório e enterro ainda não foram divulgados.
 


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.