UBDS Central deve virar AME até dezembro de 2017

Prefeitura planeja abrir a UPA Norte e depois fechar o pronto-socorro central para reforma

    • ACidadeON/Ribeirao
    • Marcelo Fontes
Mariana Martins / A Cidade - 11.dez.2013
É estipulado que AME Mais, como foi apelidado, entre em funcionamento até dezembro de 2017 no prédio da UBDS Central (Foto: Mariana Martins / A Cidade - 11.dez.2013)

 

A Unidade Básica Distrital de Saúde (UBDS) Central de Ribeirão Preto será transformada em AME (Ambulatório Médico de Especialidades). A meta da prefeitura é assim que a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Oeste, antigo posto da rua Cuiabá, entrar em funcionamento, o posto central será fechado para reforma. A informação foi antecipada na semana passada pelo ACidade ON.

O secretário da Saúde, Sandro Scarpelini, que concedeu entrevista coletiva no Palácio Rio Branco nesta sexta-feira (2), preferiu não estipular prazo, mas a ideia é que o AME Mais, como foi apelidado, entre em funcionamento até dezembro de 2017.

LEIA MAIS
UBDS Central será fechada para se tornar AME em Ribeirão Preto

A ideia de fazer o AME, promessa de campanha do prefeito Duarte Nogueira (PSDB), no prédio do posto central surgiu há 15 dias, quando o governador Geraldo Alckmin (PSDB) garantiu que seria possível colocar uma unidade para funcionar em Ribeirão Preto em 2017 se a prefeitura disponibilizasse um prédio com as condições necessárias.

Scarpelini vai a Catanduva na próxima segunda-feira (5) conhecer a UPA da cidade para trazer mais ideias para a de Ribeirão Preto. A tendência que a reabertura seja viabilizada através de parceria com a Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo).

Marcelo Fontes / A Cidade
Prefeitura realizou coletiva nesta sexta-feira (2) para anunciar as mudanças (Foto: Marcelo Fontes / A Cidade)

 

Já os 200 funcionários da UBDS Central serão realocados em outras unidades da prefeitura, diminuindo o pagamento de horas-extras da secretaria da Saúde.

Para Scarpeline, o AME é a chance que o município vai ter de zerar a fila por consultas no atendimento secundário, que hoje tem 15 mil pessoas. “Serão 8 mil consultas por mês, 22 mil exames laboratoriais e 200 pequenas cirurgias”, disse o secretário.

Além de Scarpeline, participaram da coletiva de lançamento do AME Mais o prefeito Duarte Nogueira (PSDB), o vereador Elizeu Rocha (PP) e o Ronaldo Dias Capelli, diretor do Departamento Regional de Saúde (DRS).

Veja as especialidades previstas para o AME Mais de Ribeirão
Alergia
Anestesiologia
Cardiologia adulto
Cardiologia infantil
Cirurgia de cabeça e pescoço
Cirurgia geral
Cirurgia pediátrica
Cirurgia plástica
Cirurgia vascular
Dermatologia
Dermatologia infantil
Dermatologia GO
Gastroenterologia
Ginecologia
Obstetrícia
Neurologia
Neurologia infantil
Oftalmologia
Ortopedia
Otorrinolaringologia
Pneumonia
Proctologia
Reumatologia
Urologia
Gastroenterologia


0 Comentário(s)

Seja o primeiro a comentar.