ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

Esportes

Borja marca duas vezes e Palmeiras abre grande vantagem

Atacante colombiano, vice-artilheiro da Libertadores, garantiu a vitória por 2 a 0, contra o Cerro Porteño, no Paraguai

| ACidadeON/Ribeirao

Borja (à esq.) comemora com Mayke um dos gols marcados contra o Cerro Porteño (PAR) (Foto: Reuters / Jorge Adorno)
 

O Palmeiras deu um grande passo para seguir adiante na Copa Libertadores da América. Jogando no Estádio General Pablo Rojas, em Assunção, no Paraguai, o time do técnico Luiz Felipe Scolari soube superar jogo nervoso e truncado do Cerro Porteño (PAR) e garantiu a vitória, por 2 a 0, na noite desta quinta-feira (9), no duelo válido pela partida de ida das oitavas de final da competição. 

O destaque da vitória palmeirense foi o atacante colombiano Borja, que anotou os dois gols da partida, chegou a nove e está na vice-artilharia do torneio, apenas um gol atrás de Morelo, do Santa Fé (COL). O duelo da volta contra os paraguaios acontece somente no dia 30, às 21h45, na Arena Palmeiras. 

O Palmeiras poderá perder até por um gol de diferença que mesmo assim conseguirá avançar para as quartas de final. Já ao Cerro Porteño (PAR) resta devolver o resultado com o mesmo placar para levar a decisão por pênaltis ou superar os comandados de Felipão por três gols de vantagem. 

No caminho até a decisão pela Libertadores da América, o Verdão terá antes que buscar melhorar a colocação no Campeonato Brasileiro, que está atualmente em 6º, com 27 pontos, e enfrenta o Vasco da Gama neste domingo (12), às 19h, na Arena Allianz Parque. 

O jogo
O Cerro Porteño (PAR) iniciou a partida tentando tomar a iniciativa para fazer valer o fator casa, mas esbarrou na marcação palmeirense e na falta de criatividade do setor de criação. O Palmeiras deu um passo atrás e procurou surpreender em escapadas rápidas de contra-ataque, mas não conseguiu encaixar as jogadas.

O duelo ficou muito truncado e bastante disputado entre as equipes principalmente no setor de intermediária e com poucas oportunidades claras de gol.

O primeiro lance de perigo só foi acontecer aos 28 minutos. O cruzamento foi feito na área do Alviverde, a zaga não conseguiu afastar o perigo e a bola sobrou com Rodrigo Rojas. Ele ajeitou para o pé direito, mirou o ângulo e a bola passou próxima da meta defendida por Weverton.

As emoções do confronto ficaram para a etapa complementar. Logo no primeiro minuto, Dudu cobrou falta na área, Churín desviou de cabeça para trás e a bola sobrou limpa para Borja. O colombiano ajeitou e bateu de pé esquerdo para vencer o goleiro Antony Silva e balançar a rede.

Em vantagem, o Palmeiras passou a valorizar ainda mais a posse de bola e se preocupou em controlar a correria e o desespero do Cerro Porteño (PAR), que se lançou ao ataque em busca do empate. Porém, Weverton não precisou trabalhar em nenhum momento e apenas acompanhou a partida de uma posição privilegiada de dentro do gramado.

Consciente, o Palmeiras conseguiu matar o jogo. Aos 25 minutos, o time paulista puxou contra-ataque em velocidade, Diogo Barbosa bateu cruzado e exigiu boa defesa de Antony Silva. No rebote, a bola sobrou com Moisés, o camisa 10 clareou toda a jogada e deixou Borja na cara do gol. O atacante retribuiu enchendo o pé na bola e estufando a rede adversária.  

Arte: Gaspar Martins / A Cidade

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook