Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

Política

Câmara aprova doação de área para construção do Centro Administrativo

Imóvel avaliado em R$ 16,5 milhões será doado pela Fundação Educandário para Prefeitura de Ribeirão Preto

| ACidadeON/Ribeirao

Construção do Centro Administrativo é avaliado em R$ 60 milhões (Imagem: reprodução)
 
A Câmara Municipal de Ribeirão Preto aprovou, nesta terça-feira (12), que a Prefeitura receba uma área de 106 mil metros quadrados, na Zona Norte, para a construção do Centro Administrativo. O terreno é avaliado em R$ 16,5 milhões e, de acordo com a Administração Municipal, a construção do Centro Administrativo pode impulsionar o desenvolvimento da região.  

A área, que está sendo doada pela Fundação Educandário Quito Junqueira, fica localizada às margens da Avenida Paschoal Innecchi, no Jardim Independência, ao lado do Batalhão da Polícia Militar. O projeto foi aprovado por 22 votos a 4 dos vereadores.  

Marinho Sampaio (MDB), um dos vereadores contrários a proposta da Prefeitura, afirmou que, embora seja a favor da construção do Centro Administrativo, acredita que a área que está sendo doada é muito grande, pois estaria sendo prevista a instalação de um futuro loteamento ao redor, que sequer foi aprovado e nem há previsão para quando isso possa ocorrer.  

"Receber uma área tão grande dessa, sem saber se vai ser aprovada no futuro, e eu não sei quem vai ganhar com tanta coisa ali", disse o parlamentar.  


Escolha  

Na justificativa do Projeto, a Prefeitura de Ribeirão Preto informou que escolheu esse terreno para construção do Centro Administrativo por considerar que fica próximo da região central da cidade, o que facilitaria o acesso da população, além de contar com vias que ligam a todos os pontos da cidade e transporte público com muitas conexões, além da previsão de implantação de corredor de ônibus e ciclovia no local.  

Outro ponto levado em consideração na escolha pela área é a possibilidade de o Centro Administrativo ser um indutor de transformações urbanísticas e de revitalização dos bairros no entorno. A previsão é de que o Centro Administrativos custe até R$ 60 milhões para ser construído, e abrigue cerca de 2,1 mil servidores da Administração Municipal.  

Saiu!
Na tarde desta terça, a Prefeitura de Ribeirão Preto tirou da pauta de votação um projeto que visava a regulamentação da cessão de isenção das passagens do transporte coletivo para pessoas com deficiência. A proposta retirada pela Prefeitura limitava os beneficiários da isenção pessoas com renda mensal inferior a um salário mínimo por membro da família ou inscrita no cadastro único nacional de assistência social.

Segundo o vereador André Trindade (DEM), líder do governo no Legislativo, o projeto foi retirado de pauta, pois a discussão não evoluiu em tempo suficiente, e seria preciso dialogar e amadurecer o convencimento dos demais vereadores.  

Leia mais:
Prefeitura divulga detalhes do novo Centro Administrativo
Prefeitura vai construir Centro Administrativo na zona Norte

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook