- Publicidade -
PoliticaÚnico voto contra privatização da Sabesp foi de deputada da região de Ribeirão; Entenda

Único voto contra privatização da Sabesp foi de deputada da região de Ribeirão; Entenda

Deputada de Franca, na região de Ribeirão, foi a única a votar contra a privatização da Sabesp

- Publicidade -

A deputada estadual Delegada Graciela (PL-SP) foi a única a votar contra a privatização da Sabesp na noite desta quarta-feira (6). Base do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos-SP) na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), ela elogiou o serviço prestado pela estatal em Franca cidade na região de Ribeirão Preto, onde é sua base eleitoral.

“O não que proferi na votação é uma forma de me alinhar ao que pensa a maior parte da população de Franca”, disse Graciela em nota enviada pela assessoria de imprensa, acrescentando que a cidade tem 100% de água e esgoto tratados e que está entre as melhores cidades do país. “A Sabesp tem muito pouco a avançar em Franca”, continuou a deputada.

- Publicidade -

O projeto de lei foi aprovado por 62 votos a um. A oposição não participou da votação porque deixou o plenário após uma confusão generalizada entre manifestantes contrários à proposta e a Polícia Militar. Os opositores alegaram falta de segurança para continuar com a votação.

Graciela, que permanecerá como base do governo Tarcísio, também mencionou que atuou politicamente junto à Sabesp para destravar a conclusão do sistema de captação de água do rio Sapucaí em 2020. Ela destacou projetos inovadores da empresa, como o que gera biogás a partir do tratamento de esgoto.

A deputada apresentou uma emenda no projeto na qual propunha conceder 30% de desconto nas contas dos consumidores de cidades que tenham mais de 85% dos domicílios com abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto. A emenda foi rejeitada

Sabesp na região de Ribeirão

Na região, além de Franca, as cidades de Buritizal, Cajuru, Cássia dos Coqueiros, Colômbia, Guariba, Igarapava, Itirapuã, Jaborandi, Jeriquara, Miguelópolis, Pedregulho, Restinga, Ribeirão Corrente, Rifaina, Santa Cruz Da Esperança, Santa Rosa De Viterbo, Serra Azul e Terra Roxa, são atendidas pela Sabesp.

Confira a nota da deputada na íntegra:

“Votei contra a privatização da Sabesp, pois tenho um compromisso muito forte com Franca, minha cidade. Franca é referência mundial em saneamento básico. Temos 100% de água e esgoto tratados. Estamos entre as melhores cidades do País nesse quesito.

- Publicidade -

Sem contar a excelência do sistema, a Sabesp desenvolve projetos inovadores como o que, desde 2018, gera biogás a partir do tratamento do esgoto para movimentar a frota de veículos da empresa.

“Aliás, por meio do meu trabalho, as obras do sistema de captação de água do Sapucaí tiveram o seu retorno (2020) e concluídas porque estive a frente para desatar o imbróglio jurídico. Então minha ação com a Sabesp não é de agora.

A Sabesp tem muito pouco a avançar em Franca.

Apresentei uma emenda ao projeto que trata da desestatização da Sabesp propondo que, nos imóveis localizados em municípios com índices superiores a 85% de domicílios com abastecimento e de coleta e tratamento de esgoto, como é o caso de Franca, fosse dado um desconto adicional de 30% nas contas dos consumidores.

A emenda foi rejeitada.

O não que proferi na votação do Projeto de Lei 1501/2023 é uma forma de me alinhar ao que pensa a maior parte da população de Franca.

Sou base do governo e continuarei a ajudá-lo.”

VEJA TAMBÉM

Saiba o que vai acontecer com a Nove de Julho após rompimento de contrato de obra

FIQUE ON

Fique ligado em tudo que acontece em Ribeirão Preto e região. Siga os perfis do acidade on no Instagram e no Facebook.

Receba notícias do acidade on no WhatsApp. Para entrar no grupo, basta clicar aqui.

Faça uma denúncia ou sugira uma reportagem sobre a Ribeirão Preto e região pelo WhatsApp: (16) 99117 7802.

LEIA MAIS

Câmara aprova projeto de lei que cria o protocolo “Não é Não”

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
Notícias Relacionadas
- Publicidade -