18 de abril de 2024
- Publicidade -
EP Agro No pé do café

No Pé do Café: Veja como cuidar da sua plantação durante a seca e o calor

Gustava Rennó explica como transformar um período pode ser extremamente benéfico a plantação dependendo da forma que você o trata

Na última semana, a região Sudeste do Brasil vivenciou uma onda de calor histórica, com baixa umidade relativa do ar. Em temporadas com o clima crítico, muitos produtores de café ficam com dúvidas sobre o que fazer com suas lavouras. 

Por conta disso, o engenheiro agrônomo Gustavo Rennó trouxe, no canal do Youtube do “No pé do café“, dicas para cuidar de sua plantação da melhor forma possível, baseando-se exclusivamente na quantidade das pequenas folhas que nascem no topo das plantas de café. Veja no vídeo abaixo:  

OBSERVAR AS FOLHAS 

As folhas são responsáveis por nutrir o fruto, portanto, cuidar dela é essencial para um bom controle da fruta. Quanto mais folhas grandes e com boa aparência crescerem em uma planta, mais ela será forte, saudável e terá um ótimo rendimento frutífero.
As folhas, que servem como termômetro para conferir se uma planta está bem tratada ou não, podem sofrer deformidades graças ao clima e à sua nutrição. Portanto, estar atento sempre a esses dois fatores é essencial para um bom crescimento da planta.  

  

LEIA TAMBÉM 

No pé do café: Entenda as tendências da cafeicultura e quais continuam relevantes

No pé do café: Como não ser castigado com período de seca

- Publicidade -

COMO CUIDAR? 

Para o crescimento das folhas de forma saudável, alguns nutrientes são essenciais para sua nutrição. São eles:
– Zinco
– Manganês
– Ferro
– Cobre
– Cálcio
– Boro  

As temporadas de tempo seco costumam ser seguidas de dias com temporais rápidos e fortes, as chamadas “chuvas de verão”. Após as tempestades, é sempre indicado nutrir a planta através de uma adubação foliar, que é o processo de adubar diretamente na folha, e não no solo, como uma fertilização normal. 

Essa adubação foliar deve ser composta com os nutrientes acima, priorizando o cálcio e o boro que são os elementos mais importantes para a nutrição das folhas nessa ocasião. 

- Publicidade -

NITROGÊNIO 

As “chuvas de verão” também servem para pegar o nitrogênio que estava no ar, graças ao tempo seco, e despejá-lo nas plantas.
Com a retenção do nitrogênio, a plantação tende a produzir mais folhas, necessitando cada vez mais dos nutrientes faltosos, para que as folhas cresçam da melhor e mais saudável forma possível, deixando a planta mais saudável. Com isso, não há a necessidade de acrescentar o nitrogênio com os demais nutrientes que serão aplicados na plantação. 

LEIA MAIS 

Câmara aprova MP com recursos para combater gripe aviária

Vitória Silva
Repórter no ACidade ON Campinas. Formada em Jornalismo pela Unesp, tem passagem pelos portais Tudo EP e DCI, experiência em gravação e edição de vídeos, produção sonora e redação de textos, com maior afinidade com temas que envolvem cultura e comportamento.
- Publicidade -
plugins premium WordPress