20 de junho de 2024
- Publicidade -
Ribeirão Preto

Santo Antônio, o ‘casamenteiro’, abençoa união há 53 anos em Ribeirão Preto

Vera Lucia e José Carlos se conheceram ainda crianças e, ela diz, que foi amor à primeira vista; Casamento foi realizado na igreja Santo Antônio, nos Campos Elíseos, em 1970

casal idosos
Vera Lucia Alves Corneti e José Carlos Corneti estão juntos há 53 anos (Foto: arquivo pessoal)

Vera Lucia Alves Corneti, de 79 anos, e José Carlos Corneti, de 82 anos, tiveram a oportunidade de dizer “sim” um ao outro na tradicional igreja Santo Antônio – hoje Basílica Menor, nos Campos Elíseos, zona Norte de Ribeirão Preto, e contar com as bênçãos do santo, que tem fama de ser “casamenteiro”.

A cerimônia do casamento dos dois foi realizada no dia 23 de maio de 1970 e corresponde a Bodas de Antimônio.

Vera Lucia conta que tinha 11 anos quando conheceu José Carlos e que nem foi preciso fazer promessa a Santo Antônio, pois foi amor à primeira vista.

“Ao vê-lo pela primeira vez, disse: Vou me casar com esse rapaz! Porém, ainda era muito criança. Quando fiz 18 anos, começamos a namorar e a frequentar a igreja de Santo Antônio, na rua Paraíba. Por isso, acredito que o santo ajudou na nossa união”, diz.

No casamento de Vera Lucia e José Carlos foram gerados dois filhos, Patrícia e Alexandre, que lhes deram os netos Bruna, Bianca, Helena e Yuri. O bisneto Fernando é o mais novo na família.

“Todo aniversário de casamento temos o costume de mandar rezar uma missa em ação de graças. Teve uma vez que Dom Hipólito [ex-pároco na igreja Santo Antônio, morto aos 86 anos, no dia 14 de abril de 2017, uma Sexta-feira Santa] nos chamou ao terminar a celebração e benzeu nossas alianças”, lembra, com carinho.

Em 2024, quando o casal completa 54 anos do matrimônio, Vera Lucia diz que a comemoração deverá ser da forma como tudo começou: com a celebração de uma missa na igreja Santo Antônio

- Publicidade -
Compartilhe:
Avatar

wpseo_editor
É jornalista no Grupo EP desde 2007
- Publicidade -
plugins premium WordPress