22 de maio de 2024
- Publicidade -
Tudo Esporte

Brasileirão vai ser paralisado? Anaf recomenda paralisação após dossiê de Jonh Textor

Anaf recomendou a paralisação do Campeonato Brasileiro, em meio a escândalos, salários atrasados e CPI

John Textor dono da SAF do Botafogo (Reprodução TV Senado)

A ANAF (Associação Nacional dos Árbitros de Futebol) emitiu uma nota, nesta terça-feira (23), orientando a paralisação do Campeonato Brasileiro. A entidade critica a gestão da CBF, inclusive, em relação ao presidente de comissão de abrigarem, Wilson Seneme.

Brasileirão vai ser paralisado?

Até o momento, não há previsão de paralisação no campeonato, mas o senador Jorge Kajuru (PSB-GO), presidente da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) das Apostas, que investiga manipulação de resultados no Brasileirão de 2023, endossou a sugestão da Anaf em realizar a paralização.

A CPI convocou Rafael Claus e o próprio Wilson Seneme para depor sobre as irregularidades apontadas pelo dono da SAF do Botafogo, Jhon Textor.

Confira lista completa de convocados pela CPI:

Lane Gaviolle, presidente do Tombense Futebol Clube

Getúlio Marques Castilho, presidente do Londrina Esporte Clube

Felipe Augusto Lyra Carreras, deputado federal

Thairo Arruda, CEO do Botafogo

Representante da empresa SportRadar

- Publicidade -

Glauber do Amaral Cunha, ex-árbitro de futebol

Daiane Caroline Muniz, árbitra de futebol

Raphael Claus, árbitro de futebol do quadro da CBF

Hélio Santos Menezes Junior, diretor de Governança e Conformidade da CBF

- Publicidade -

Wilson Luiz Seneme, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF

Eduardo Gussem, oficial de Integridade da CBF

Felippe Marchetti, representante da empresa SportRadar AG

Tiago Horta Barbosa, chefe de Integridade para a América Latina da empresa Genius Sports

Emanuel Macedo de Medeiros, presidente da Sport Integrity Global Alliance – SIGA Latin America

Confira a nota da Anaf na íntegra

” Não há outro caminho: É PRECISO PARAR O BRASILEIRÃO 2024 antes que façam o VAR virar caso de polícia. Tenho recebido inúmeros telefonemas de árbitros insatisfeitos e já há um volumoso grupo que deseja, em protesto ao que está ocorrendo, interromper o campeonato brasileiro já nas próximas rodadas.

Tudo isso ocorre graças a um show de horrores onde o protagonista principal é o ex-afastado presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, que anda mais preocupado com o seu volumoso salário na entidade, do que, por exemplo, em pagar as ÁRBITRAS que estão trabalhando de graça para a CBF. Desde o ano passado, a arbitragem feminina atua sem receber em diversos torneios femininos nacionais. Isso mostra bem o retrocesso que sua gestão causa ao futebol e à arbitragem brasileira.

Eu já disse algumas vezes que Wilson Seneme é despreparado para estar no cargo que assumiu sem nenhum projeto. Aliás, qual a formação acadêmica dele?

Não precisa ser especialista no assunto para atestar que o ex-diretor de árbitros da Conmebol, demitido após pressão de alguns países, por bom senso, diante de tudo o que estamos vendo e vivendo, no mínimo deveria ser afastado. Ele não tem comando e fez a arbitragem brasileira chegar ao fundo do poço, sendo exposta no Senado Federal por um dirigente inconsequente que mesmo sem provas, insiste em dizer que o Brasil possui árbitros que manipulam resultados. Isso pōe não só o VAR sob suspeição, como pode gerar sérios prejuízos à imagem da arbitragem. 

Pelo bem do futebol, o BRASILEIRÃO precisa ser paralisado! E uma boa parcela de árbitros está disposta a dar esse grito de liberdade por não aguentarem mais tamanha indiferença e pouco caso por parte do presidente da CBF que em respeito ao futebol deveria ter vergonha na cara e renunciar!- Afirmou a ANF por meio de uma nota”.

LEIA MAIS
Gol suspende transporte de animais no porão das aeronaves

- Publicidade -
plugins premium WordPress