20 de abril de 2024
- Publicidade -
Tudo Notícias

Israel é um país cristão?

Assunto virou tema nas redes sociais depois de um vídeo gravado no ato pró-bolsonaro viralizar; nele, uma senhora diz que é cristã como Israel

Vídeo gravado na Avenida Paulista levantou questionamentos sobre a religião de Israel
Vídeo gravado na Avenida Paulista levantou questionamentos sobre a religião de Israel (Foto: Reprodução/ Twitter/ Joaquim de Carvalho)

Neste domingo (25), um vídeo gravado durante o ato pró-Bolsonaro, na Avenida Paulista, viralizou. Nele, uma senhora, trajada em verde e amarelo e com as bandeiras do Brasil e de Israel, diz o motivo de levar consigo a bandeira estrangeira. “É porque somos cristãs, assim como Israel”. O trecho da entrevista foi gravado pelo jornalista Joaquim de Carvalho ao portal Brasil 247. Confira:

Afinal, qual é a religião de Israel?

Israel é um país cristão?

Israel não é um país cristão. Na verdade, o país é considerado como Estado Judeu. De acordo com o Escritório Central de Estatísticas de Israel, até 2021, a população cristã no território representava 1,9% do todo.

Em 2023, Israel tinha 9,7 milhões de habitantes. Desses, 7,1 milhões eram judeus e 2 milhões, árabes. Em 2015, o então presidente Reuven Rivlin disse ter encontrado, pelo menos, quatro “tribos” – aqui entendido como “grupo social” – na sociedade israelense.

LEIA TAMBÉM
Mohammad Shtayyeh: por que o primeiro-ministro da Palestina renunciou?
O que não pode fazer durante a Quaresma?

Dessas, três eram judaicas – laicos, religiosos nacionalistas e ultraortodoxos – e uma árabe. Portanto, em Israel, a tradição cristã, na verdade, representa apenas uma pequena parcela da sociedade.

Qual é a diferença entre Judaísmo e Cristianismo?

A diferença entre o Judaísmo e o Cristianismo está na crença sobre o “messias”. Ambas as religiões compartilham muitas semelhanças, de acordo com teólogos. Elas têm princípios em um Deus onipotente, onisciente, eterno e infinito. Além disso, ambas compartilham as Escrituras hebraicas como a “Palavra autoritária de Deus”.

No Judaísmo, sobretudo, não há uma crença de que Jesus Cristo era o Messias. O judeus acreditam que a figura religiosa tenha sido um “bom mestre” ou um “profeta de Deus”, mas, que o “Mashiach” ainda virá. No Cristianismo, por outro lado, a figura do Messias está interligada à própria figura de Jesus Cristo.

- Publicidade -

LEIA MAIS
Renascer: quem foi a professora Lu na primeira versão?

Anthony Souza

editor
É jornalista e analista de Mídias Digitais Jr. do Grupo EP. Tem experiência com reportagens multimídia e produção de web documentário. É formado em jornalismo pela Universidade Federal do Pampa (Unipampa) e tem afinidade com produção e edição de conteúdo para as redes sociais. Está no grupo desde 2022.
- Publicidade -
plugins premium WordPress