30 de maio de 2024
- Publicidade -
Tudo Saúde

Clostridium botulinum: conheça a bactéria rara que infectou brasileira em Aspen

Doença botulismo é transmitida pela bactéria rara Clostridium botulinum e pode ser transmitida pela alimentação; confira detalhes

Botulismo é causado pela bactéria rara Clostridium botulinum
Botulismo é causado pela bactéria rara Clostridium botulinum (Foto: Reprodução/ Freepik)

A brasileira Claudia de Albuquerque Celada contraiu uma bactéria rara ao fazer um intercâmbio nos Estados Unidos, em Aspen, no Colorado. Ela desenvolveu botulismo, após contato com o microrganismo Clostridium botulinum, e já está há dois meses internada. 

A Clostridium botulinum, de acordo com o Ministério da Saúde, é encontrada no solo, fezes humanas ou de animais e, também, em alimentos. Dessa forma, a doença botulismo pode levar à morte por paralisia da musculatura respiratória. 

De acordo com especialistas, a bactéria produz esporos que são capazes de sobreviver em ambientes com poucos oxigênios e que podem causar envenenamento grave em poucas horas.

LEIA TAMBÉM
Streptococcus pyogenes: conheça a doença mortal do Japão
O que é sorofobia?

Sintomas de botulismo

Segundo o Ministério da Saúde, os principais sintomas de botulismo são:

  • Dores de cabeça;
  • Vertigem;
  • Tontura;
  • Sonolência;
  • Visão turva;
  • Visão dupla;
  • Diarreia;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Dificuldade para respirar;
  • Paralisia da musculatura respiratória, de braços e pernas;
  • Comprometimento de nervos cranianos;
  • Prisão de ventre;
  • Infecções respiratórias.

Tratamento de botulismo

Dessa forma, o tratamento depende de como o sistema imunológico do paciente está. De acordo com o Ministério da Saúde, caso tratado com antecedência e adequadamente, é possível se curar totalmente da doença sem sequelas.

Nesse sentido, o recomendado é a procura por hospitais que tenham UTI (Unidades de Terapia Intensiva). Dessa maneira, o paciente pode ter suporte adequado das funções cardíacas e pulmonares. 

Portanto, caso haja a suspeita de infecção por Clostridium botulinum, procure um médico.

- Publicidade -

Família da brasileira Claudia de Albuquerque Celada faz vaquinha

A família da brasileira Claudia de Albuquerque Celada tem promovido uma vaquinha online para ajudar nos custos do tratamento. Dessa forma, a jovem está internada em Denver, no Swedish Medical Center, e o valor da internação é de US$ 200 mil.

Assim, esse custo, segundo a família, é capaz de cobrir todas as necessidades que a jovem precisa para sobreviver, como:

  • Equipamentos;
  • Médico;
  • Enfermeiro;
  • Socorrista;
  • Terapeuta respiratório durante o transporte aéreo dos EUA ao Brasil.

Confira o post e veja como ajudá-la:

LEIA MAIS
Quando chega a frente fria em SP?

- Publicidade -
Anthony Souza

editor
É jornalista e analista de Mídias Digitais Jr. do Grupo EP. Tem experiência com reportagens multimídia e produção de web documentário. É formado em jornalismo pela Universidade Federal do Pampa (Unipampa) e tem afinidade com produção e edição de conteúdo para as redes sociais. Está no grupo desde 2022.
- Publicidade -
plugins premium WordPress