26 de maio de 2024
- Publicidade -
Tudo Saúde

Para que serve o balão gástrico? Entenda procedimento

Mulher de 31 anos morreu após realizar procedimento para colocação de balão gástrico; veja para que ele serve

Mulher de 31 anos morreu após realizar procedimento para colocação de balão gástrico. (Foto: Reprodução/ Divulgação/ Allurion)

A família de Laura Fernandes, de 31 anos, pediu a abertura de uma investigação após a mulher morrer dias depois de realizar um procedimento para colocação de um balão gástrico. A cirurgia aconteceu no último dia 26, em uma clínica, em Belo Horizonte (MG). Saiba para que serve o balão gástrico:

Para que serve o balão gástrico?

De acordo com o Instituto de Medicina Sallet, o balão gástrico é um tratamento temporário, que leva o paciente a comer menos, facilitando a perda de peso. Normalmente, ele fica seis meses no estômago.

Como funciona o balão gástrico?

O balão gástrico é uma prótese gástrica de silicone que é introduzida através de um procedimento endoscópico. Com isso, ela passa a ocupar espaço dentro do estômago do paciente.

LEIA TAMBÉM

Como o vírus mayaro é transmitido?

Como atualizar a carteira de vacinação?

- Publicidade -

Quem era a vítima?

Formada em engenharia, Laura estava com o casamento marcado para o dia 7 de setembro. Segundo seu noivo, Matheus Turchete, de 27 anos, a vítima decidiu fazer o procedimento para emagrecer antes da cerimônia. Porém, onze dias depois, ela foi internada com fortes dores e precisou ser submetida a uma intervenção de emergência. Apesar disso, Laura não resistiu.

De acordo com a certidão de óbito, a mulher morreu em decorrência de uma infecção generalizada, causada por um furo no estômago. Sua família acusa o médico responsável pela operação, Mauro Lúcio Jácome, de ter cometido negligência médica. Ele é especialista em endoscopia digestiva e gastroenterologia.

Segundo os familiares de Laura, Mauro deixou apenas o telefone de uma enfermeira como contato e não acompanhou o estado de saúde dela. Por outro lado, a Clínica Cronos, que tem o médico como sócio-administrador, afirmou em nota que se solidariza com a dor da família, mas que a paciente atendeu os requisitos para o procedimento, realizado “sem qualquer intercorrência”.

- Publicidade -

LEIA MAIS

Quando começaram as inscrições para o concurso Codevasf?

Larissa de Morais
Formada pela Universidade São Francisco, é Assistente de Mídias Digitais do Tudo EP, ACidade ON e EPTV Campinas, onde também foi estagiária de jornalismo. Com passagem por sites de entretenimento e jornalismo independente, tem experiência em redação de material jornalístico para editorias de diferentes segmentos de hard e soft news e em produção de conteúdo para redes sociais.
- Publicidade -
plugins premium WordPress