18 de abril de 2024
- Publicidade -
Tudo Saúde

Por que o calor piora as crises de enxaqueca?

Jornalista Helen Sacconi conversou com a neurologista Thaís Villa para descobrir como minimizar esse problema

A principal característica da enxaqueca é a dor de cabeça latejante, em um ou nos dois lados da cabeça (Foto: Freepik)

Para algumas pessoas, o calor provocado pela chegada do Verão traz desconfortos que vão além do incômodo diante das altas temperaturas. Nessa época do ano, o surgimento de dores de cabeça e até mesmo crises de enxaqueca passam a ser mais frequentes.

Então, para que você possa entender o porquê isso acontece e como evitar esse problema, a jornalista Helen Sacconi conversou com a neurologista Thaís Villa para explicar como o calor piora as crises de enxaqueca.

Por que o calor piora as crises de enxaqueca?

A enxaqueca é uma doença crônica, neurológica e com forte componente genético, cuja principal característica é a dor de cabeça latejante, em um ou nos dois lados da cabeça. De acordo com a médica, pessoas que sofrem com esse distúrbio já costumam apresentar crises em razão da exposição ao sol. No verão, esses fatores ficam ainda mais evidentes.

Prova disso é o resultado de uma pesquisa realizada pelo Centro Médico Beth Israel Deaconess, nos Estados Unidos, que constatou que a incidência de dores na cabeça causadas por enxaqueca, tensão ou outras causas crescem em cerca de 7,5% para cada 5°C a mais na temperatura.

Segundo o estudo, a explicação para o surgimento da dor de cabeça é simples: o calor costuma causar desidratação e ela desequilibra o processo de entrada e saída de sódio e potássio das células, causando um distúrbio no metabolismo que facilita a cefaleia.

“A mudança brusca de temperatura do ambiente, como sair de um lugar quente e ir pra algum lugar com ar condicionado muito forte, também são um fator para isso”, completou Thais.

LEIA TAMBÉM

O que é psoríase? Entenda a doença que atinge Beyoncé

- Publicidade -

Pegar dengue duas vezes é mais perigoso?

Dicas para evitar enxaquecas em dias quentes

Alguns comportamentos podem ser adotados para minimizar o sofrimento causados pelas enxaquecas em dias mais quentes. Veja quais são:

  • Beba bastante água. Hidratação é sinônimo de saúde.
  • Evite a exposição solar. Caso não haja escapatória, utilize óculos escuros, sombrinhas e chapéus.
  • Cuidado com o álcool. Bebidas alcoólicas alteram o funcionamento de todo o organismo, em especial do cérebro e fígado, além, é claro, de facilitar o processo de desidratação.

Procure a ajuda de um médico

Além disso, para a médica, no caso de dores mais intensas, o ideal é consultar um profissional para fazer a investigação do quadro. “Essas situações, como o calor excessivo e a mudança brusca de clima são difíceis de evitar, por isso a orientação é procurar um neurologista para controlar a doença e ficar mais resistente aos gatilhos das altas temperaturas”.

O tratamento da enxaqueca é multidisciplinar, combinando medicamentos, condicionamento físico e até mesmo psicológico.

- Publicidade -

LEIA MAIS

Unimed Campinas eleva o Padrão no Atendimento ao Autismo

- Publicidade -
plugins premium WordPress