ACidadeON

Esportes

Cormier derrota Miocic e chega a 2.º título no UFC; Borrachinha e Assunção vencem

MMA UFC Daniel Cormier Stipe Miocic

| Estadao Conteudo

Na luta principal do UFC 226, realizado em Las Vegas, nos Estados Unidos, na madrugada deste domingo (horário de Brasília), Daniel Cormier venceu Stipe Miocic por nocaute, no primeiro round. Vencedor do combate, o norte-americano, que já era o dono do título da divisão dos meio-pesados (até 92,9 kg), conquistou o cinturão dos pesos pesados (até 120,2 kg).

Cormier é só o segundo lutador na história do UFC que passou a acumular títulos em duas categorias diferentes. O primeiro havia sido Conor McGregor, mas o cinturão peso pena (até 70,3 kg) do irlandês foi retirado dele apenas 14 dias depois de ele se tornar campeão dos leves (até 70,3 kg). BJ Penn, Randy Couture e Georges Saint-Pierre também foram campeões em duas divisões diferentes, mas não de forma simultânea.

A LUTA - Confiante pela sequência de seis vitórias seguidas e três defesas de título dos pesados consecutivas, recorde no UFC nessa categoria, Miocic aproveitou a vantagem de altura e de envergadura para acuar o desafiante contra a grade e tentar conectar combinações de socos. Cormier buscou encaixar o clinch para conter o adversário, mas chegou a ter as costas pressionadas na parede do octógono e derrubado no chão após sofrer uma rasteira.

De pé, Cormier de novo foi empurrado contra a grade e sofreu com o controle de Miocic, que aproveitava a posição para golpear o oponente. O desafiante conseguiu quebrar o domínio, não sem antes sofrer uma joelhada no corpo, e seguiu em desvantagem no combate, agora nas trocas de socos, apesar de bons jabs conectados.

A partir da metade final do round, porém, Cormier passou a equilibrar a luta, graças a uma boa variedade de golpes. Ele conseguiu controlar as mãos de rival antes de desferir jabs e acertou um forte chute na perna. Miocic tentou responder com sequências de jab e direto, mas se colocou em risco por causa dos socos do desafiante na saídas dos clinches, causados pela aproximação dos lutadores.

A confiança de Cormier cresceu e ele acertou potente combinação de jab e direto. Depois, o combate foi paralisado por causa de uma dedada no olho do campeão dos pesados. A luta recomeçou franca e ambos os lutadores conectaram golpes potentes, mas Miocic foi quem caiu. O desafiante segurou a nuca do rival, que conseguiu quebrar o domínio, e acertou um soco com a mão direita na saída do clinch - atordoado, Miocic sofreu breve castigo até a arbitragem decretar o nocaute.

Depois do anuncio oficial da vitória e da entrevista de Cormier, o ex-campeão peso pesado do UFC Brock Lesnar entrou no octógono e empurrou o novo dono do título da categoria. Ambos trocaram provocações e é provável que essa luta seja marcada no futuro - Lesnar tem contrato com a organização de telecatch WWE, mas recebe autorizações para fazer combates pontuais no UFC.

Três brasileiros competiram no evento. Pela categoria dos leves, Gilbert Burns, o Durinho, foi nocauteado pelo neozelandês Dan Hooker, no primeiro round. Já Raphael Assunção, terceiro colocado no ranking dos galos do UFC (até 61,2 Kg), derrotou o norte-americano Rob Font, por decisão unânime dos juízes após três assaltos. Décimo colocado no ranking dos médios (até 83,9 Kg) Paulo Costa, o Borrachinha, também triunfou, com nocaute aplicado no jamaicano Uriah Hall, no segundo round.

Veja também