Publicidade

Gravidez e bebê

10 dicas para vestir seu filho com roupas confortáveis

Numa fase de desenvolvimento tão ativa, evite peças que atrapalhem os movimentos. Confira os cuidados necessários ao vestir o bebê...

| ACidade ON -

Rolar, virar de um lado para o outro, ficar de bruços, sentar e até engatinhar são movimentos que exigem esforço e treino dos pequenos. Isso sem contar a movimentação frenética de bracinhos e perninhas. Nada disso é possível realizar com tranquilidade, no entanto, se a criança estiver vestida com roupas desconfortáveis. Preste atenção nessas dicas: 

  

  • Evite costuras incômodas, que podem irritar o bebê e marcar a fina pele. 
  • Também evite elásticos apertados, pelo mesmo motivo acima. 
  • Excesso de enfeites podem incomodar, principalmente com itens duros como pedrarias ou que pinicam, como os tules mais duros. 
  • Evite roupas com muitos botões, que fazem a troca demorar mais. Prefira as peças com zíper ou botão de ilhoses, mais fáceis de fechar. E não compre peças com botões nas costas, especialmente quando o bebê ainda não senta direito e permanece muito tempo deitado. 
  • Peças muito quentes também restringem as brincadeiras e a coordenação motora, além de aumentarem o risco de alergias e brotoejas. 
  • No dia a dia, em especial, escolha roupinhas de malha ou de algodão, que permitem que a pele transpire normalmente e têm textura agradável. Evite tecidos sintéticos, que podem aquecer muito o bebê. 
  • Sapatinhos são lindos, mas resista à tentação de calçá-los na criança quando estiverem em casa. Alguns pediatras, inclusive, recomendam seu uso apenas depois que o bebê aprender a andar. 
  • Opte por meias com solado antiderrapante. 
  • Quando o bebê começar a engatinhar, prefira calças de tecido mais reforçado (ao menos no joelho). Há também joelheiras específicas para esse fim. 
  • Crianças crescem rápido e, apesar de ter usado pouco algumas roupinhas, não mantenha no guarda-roupas aquelas que ficaram pequenas. Macacões com pezinhos que ficam esticados no bebê impedem que eles movimentem livremente pernas e braços.

  

Quer saber mais? Assine nossa newsletter e receba toda semana mais matérias sobre como o seu bebê está se desenvolvendo. É rápido e gratuito.

Mais notícias


Publicidade