Aguarde...

colunistas e blogs

Calma aí, brother!

Críticas mais pesadas contra os times que ainda não jogaram bem neste ano soam como leviandade

| ACidade ON


(Márcio Bernardes- São Paulo) Além de precipitação, críticas mais pesadas contra os times que ainda não jogaram bem neste ano soam como leviandade. Para o bem ou para o mal. Além de tudo, ainda não terminou o período de pré-temporada. As redes sociais não tem filtro. E muitas vezes, acabam influenciando decisões. Algumas injustas.

Sem comparações

Apesar de ter vencido o Guarani em Campinas a torcida do Santos se manifestou contra Jesualdo Ferreira. Os santistas que falaram no meu programa Debate Bola da Transamérica fizeram alusão a Jorge Sampaoli. E sobraram críticas para o português. Claro que a paixão se sobrepõe a razão. E não dá para compará-los.

Decepção

Incrível. Não dá para apontar uma boa equipe do interior nessas três primeiras rodadas do Paulista. O Bragantino arrancou empate na Vila Belmiro e depois perdeu em casa para a Inter de Limeira. Que, por sinal, havia tomado uma goleada do Guarani na primeira rodada. Assim, não dá para defender o interior. Um pequeno destaque para o Mirassol contra o Corinthians. No mais, tudo muito ruim.

Aposta arriscada

O Grêmio contratou Thiago Neves (34) e Diego Souza (34). Óbvio que Renato Gaúcho teve uma conversa com ambos. Foi mais ou menos nessa linha:" vocês estão desmoralizados, tornaram-se polêmicos e contestados por muitos torcedores. A chance de recuperação é agora. Topam?". Se não derem certo ou criarem problemas, Renato vai cobrar nessa linha.

Gabigol

A contratação de Gabigol fez a feliz torcida do Flamengo comemorar tanto quanto a Libertadores e o Brasileiro-2019. Autor de 43 gols na temporada, quase um terço de todo time, o atacante caiu no encanto da galera. Tanto que um torcedor do Pará colocou em seu filho que nasceu recentemente o nome Gabigol. Paixão maior é impossível.



Mais do ACidade ON