Aguarde...

ACidadeON

Voltar

colunistas e blogs

Vicente Golfeto

Mais alvarás no Centro que Campos Elíseos e na Vila Tibério

Confira a análise no texto do professor Vicente Golfeto

| ACidadeON/Ribeirao

Vicente Golfeto, colunista do ACidade ON (Foto: Mastrangelo Reino / Arquivo A Cidade)
    Encerra-se o exercício econômico e financeiro de 2019 com números, inseridos no quadro abaixo, que apontam, ainda que parcialmente, os caminhos que o urbanismo, que é uma ciência, tem palmilhado dentro do perímetro urbano de Ribeirão Preto.
O quadro abaixo ratifica o que a substância de nossos comentários anteriores, publicados neste mesmo espaço e também no espaço do DOC ON, aos domingos, diziam mostrando o conteúdo dos argumentos. 

.
    Na súmula de 2019, englobando janeiro a dezembro, verificamos que foi 1.184 o número que traduziu 40,29% do total dos alvarás emitidos dos bairros e loteamentos declarados. Como o total de alvarás, inclusive os não conhecidos, chegaram a 1.981 no mesmo período, ficou-se sabendo também que 59,76% do total, portanto mais da metade, foram de alvarás emitidos para loteamentos, e supõe-se até para bairro, não indicado. Como dissemos em edições anteriores, estamos diante de uma medida mensal que nunca tivemos. É neste sentido que entendemos que, o que se está fazendo é mais do que se fazia. Mas também é menos do que se deveria fazer porque 59,76% dos alvarás são de bairros ou loteamentos desconhecidos. Pelo menos para os que acompanham esta realidade e que não têm condições de se debruçar sobre os alvarás aprovados pela Secretaria de Planejamento e Gestão Pública.
    Vale notar também que o centro tradicional, em 2019, ficou à frente, com aprovação de 25 alvarás, dos Campos Elísios e da Vila Tibério, tradicionais bairros de Ribeirão Preto. Temos a impressão de que, com este número, pode-se esperar iniciativas do setor privado que venham indicar um processo, nunca um evento, de recuperação urbanística da região central da cidade. O que não é, em absoluto, uma notícia sem importância. Pelo contrário.