ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

Cotidiano

Delator diz que projeto de Isaac arrecadou 1,2 mil cadastros

Os advogados alvos da Operação Têmis moviam, sem consentimento, ações judiciais de pessoas com nome negativado contra as empresas para as quais elas deviam, buscando lucrar com honorários

| ACidadeON/Ribeirao

Delação: Ruy Rodrigues Neto prestou depoimento em 7 e 16/2 (foto: Reprodução)

Em delação premiada, Ruy Rodrigues Neto, presidente da associação "Pode Mais, Limpe Seu Nome", afirmou ao Ministério Público que o projeto "Muda Ribeirão", organizado pelo vereador Isaac Antunes (PR), captou cerca "de mil, mil e duzentos cadastros" de pessoas que, posteriormente, foram utilizados pelo grupo desmantelado pela Operação Têmis para ingressar com ações indevidas na Justiça.  

Conforme apontam as investigações, os advogados alvos da Operação Têmis moviam, sem consentimento, ações judiciais de pessoas com nome "negativado" contra as empresas para as quais elas deviam, buscando lucrar com honorários e, até, com eventual valor que receberiam de danos morais e materiais.  

Nos depoimentos prestados nos dias 7 e 16 de fevereiro, Ruy não implicou Isaac diretamente nas fraudes processuais promovidas pelo "Pode Mais, Limpe Seu Nome". Seus relatos apontam que o interesse do atual vereador era eleitoral.  

Segundo Ruy, os integrantes do Limpe Seu Nome entregaram "kits" para o Muda Ribeirão com formulários de cadastro. Isaac, segundo o delator, viu a oportunidade como "um chamariz" para agregar mais pessoas à sua associação a Polícia Federal investiga se houve crime eleitoral ao utilizá-la para obter votos.  

Ruy disse que não havia custos para Isaac na parceria entre Muda Ribeirão e Limpe Seu Nome, e que a ação conjunta também "foi uma oportunidade que o Klaus (advogado alvo da Têmis) enxergou de expandir o projeto [Limpe Seu Nome] para a rua".  

De acordo com Ruy, com os kits de cadastros devolvidos por Isaac, os advogados verificavam a situação dos envolvidos junto ao Serasa. "Boa parte deles [cadastros] tomaram proporções de processos".  

Questionado pelos promotores se as pessoas sabiam que seria movida ação judicial, Ruy disse que, "no treinamento" passado pelo Limpe Seu Nome à equipe de Isaac, foi orientado que isso seria feito. Porém, disse acreditar que a informação não foi repassada aos cadastrados.  

Informou, ainda, que posteriormente a lista de cadastrados do Limpe Seu Nome foi enviada a Isaac, podendo ser utilizada para estratégias de marketing eleitoral. 

Comissão de Ética  

A Comissão de Ética da Câmara avalia se Isaac praticou quebra de decoro parlamentar em razão das investigações da Têmis.  
O relator da denúncia contra o vereador é Marinho Sampaio (MDB) que, por meio da assessoria de imprensa, informou que está elaborando o relatório com base na denúncia e na defesa, e que a comissão deverá se reunir para definir a data da entrega e leitura de seu parecer.  

LEIA MAIS: Nomes de inscritos na caravana de Isaac Antunes foram usados em fraudes

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
1 comentários
  • Divaldo
    27/02/2018 13:27:10
    Só que o "nobre edil" devera passar por "criteriosa investigação", efetuada pelos seus pares, para que se determine se será ou não cassado. Enquanto isso a população paga seus salários e demais benefícios. É assim que se faz politica no país em que os eleitos se "desgastam para bem representar" seus incautos eleitores.

Veja também