Aguarde...

cotidiano

Time de Ribeirão lamenta acusação de pedofilia contra técnico

Treinador do time de futebol americano RP Alligators, de Ribeirão Preto, foi preso em flagrante, nesta segunda-feira (23)

| ACidadeON/Ribeirao

Polícia Civil utilizará conversas encontradas no celular do treinador (Foto: divulgação/DDM)
 
O RP Alligators, time do treinador preso nesta segunda-feira (23), em Ribeirão Preto, suspeito de pedofilia, publicou nota repudiando "qualquer crime" que o técnico possa ter cometido.   

O técnico Leonardo Santos foi preso em flagrante durante o cumprimento de um mandado de busca pela Polícia Civil. Os investigadores encontraram fotos de crianças e adolescentes em poses sensuais arquivadas no celular do treinador.

CLIQUE AQUI E LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE RIBEIRÃO PRETO  

Em comunicado publicado nas redes sociais, o presidente do RP Alligators, Jon Tormena, lamentou o ocorrido e disse que o time irá contribuir com as investigações em andamento.  

"Lamentamos, com enorme tristeza e estamos estarrecidos com os acontecimentos, que o time jamais compactuaria. Esperamos que todos os fatos sejam apurados", disse em nota - confira abaixo.  

A outra equipe de futebol americano da cidade, o Ribeirão Preto Challengers, também publicou comunicado repudiando os crimes investigados. O time tem uma parceria com o Alligators para divulgação do esporte.  

"[...] deixamos aqui nosso apoio e solidariedade à instituição RP Alligators Escolinha e Flag, pois sabemos da seriedade e valores que são feitos os trabalhos difundindo o esporte para os jovens de nossa cidade", afirma o post da equipe.  

Posicionamento do RP Alligators:
 
Cientes da recente ação da Delegacia de Defesa da Mulher de Ribeirão Preto e da importância de se combater a pedofilia, o RP Alligators repudia qualquer crime que se possa ter cometido. Lamentamos, com enorme tristeza e estamos estarrecidos com os acontecimentos, que o time jamais compactuaria. Esperamos que todos os fatos sejam apurados, que investigação seja feita e que a justiça seja cumprida nos mais altos rigores da lei. Iremos contribuir plenamente com as investigações em andamento.
 
Outro lado
 
A reportagem procurou o advogado Carlos Alberto Oliveira, que representa Leonardo Santos. Porém, não houve retorno até a publicação da matéria.  

Leia mais:
Técnico acusado de pedofilia 'colecionava' fotos desde 2016


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON