Aguarde...

cotidiano

Serrana pode firmar parceria com Israel sobre vacinas da covid-19

Objetivo da cooperação técnica, que ainda está sendo acordada, é analisar os dados das duas regiões que mais vacinaram suas populações até o momento

| ACidadeON/Ribeirao

Serrana (Foto: reprodução EPTV)
 

Reconhecido como um dos Países com maior taxa de imunização contra a covid-19, Israel já vacinou mais da metade de sua população natal e estuda, agora, firmar uma parceria com a cidade de Serrana, localizada a 23 km de Ribeirão Preto, para compartilhar os resultados obtidos até aqui. 

A escolha bastante improvável - e no mínimo - distante tem um motivo específico e chama-se "Projeto S", desenvolvido pelo Instituto Butantan.

Pioneira no Brasil, a pesquisa tem como objetivo aplicar a chinesa Coronavac em cerca de 28 mil habitantes, todos com mais de 18 anos, e analisar a eficácia da fórmula desenvolvida para combater o nosso coronavírus em massa. As considerações finais devem ser obtidas em maio deste ano. 

"Serrana é a cidade mais vacinada no Brasil e Israel é um dos países mais vacinados no mundo [...] Serrana está liderando um pouco na porcentagem de adultos vacinados, mas estamos bem próximos e queremos, por esse fato, explorar as oportunidades que temos para mostrar ao mundo inteiro e aqui no Brasil", disse Alon Lavi, cônsul-geral do Oriente Médio em São Paulo, ao G1. 

Ainda de acordo com Lavi, a parceria funcionaria como uma espécie de cooperação técnica e serviria para o compartilhamento de dados oficiais, a fim de embasar e dar um norte para as campanhas de vacinação em andamento. As discussões, porém, ainda estão acontecendo. 

Respostas futuras poderão ser dadas nas próximas semanas, em visita oficial do cônsul à região de Ribeirão Preto. ACidade ON acompanha. Com G1 Ribeirão Preto.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON