Publicidade

cotidiano

Fim do Bolsa Família: Programa será substituído pelo Auxílio Brasil

Governo Federal quer colocar em vigor novo programa de transferência de renda já em novembro de 2021

| ACidadeON/Ribeirao -

Bolsa Família deve acabar agora em outubro (Foto: Divulgação)
Bolsa Família deve acabar agora em outubro (Foto: Divulgação)

O ministro da Cidadania do Governo Federal, João Roma, reafirmou, neste domingo (17), a ideia de encerrar o Bolsa Família a partir de novembro de 2021, substituindo o programa de transferência de renda pelo Auxílio Brasil.

Segundo Roma, a meta é chegar a 17 milhões de pessoas, com um auxílio mensal de R$ 300. Atualmente, o Bolsa Família ajuda 14,6 milhões de pessoas com um auxílio mensal médio de R$ 190.

"Buscamos sim ampliar o valor do ticket médio do programa permanente", afirmou o ministro, em entrevista ao programa Brasil em Pauta da TV Brasil, que foi ao ar na noite deste domingo (17).

No entanto, Roma deixou claro que o Governo Federal ainda não sabe como vai bancar o aumento de gastos com o programa de transferência de renda. "Acredito que nós próximos dias, o presidente Bolsonaro deve reunir toda equipe, tanto do Ministério da Cidadania como do Ministério da Economia, para apontar as fontes de recursos", disse o ministro.

Além de reajustar o Bolso Família, o Governo Federal também busca uma forma de amenizar o impacto do fim do auxílio emergencial, que terá a última parcela paga em outubro de 2021. Por isso, a meta de iniciar o Auxílio Brasil é para novembro.


Tramitação

O Auxílio Brasil foi instituído pelo Governo Federal no dia 10 de agosto, através de uma Medida Provisória (MP). Essa MP tem força de lei, mas para ser permanente, ela precisa ser aprovado pelo Congresso até 120 dias depois da publicação. 

Bolsa Família deve acabar agora em outubro (Foto: Divulgação)
Ministro da Cidadania, João Roma, durante entrevista na TV Brasil (Foto: Fabio Pozzebom / Agência Brasil)

Mais notícias


Publicidade