Aguarde...

Colunistas

Market Timing: Saiba o que é e qual a sua importância

O objetivo é tentar prever movimentos futuros dos preços e com isso comprar na baixa e vender na alta, embolsando o lucro

| ACidadeON/Ribeirao

Eliseu Hernandez D'Oliveira, assessor de investimento da Blue Trade (Foto: Weber Sian / ACidade ON
Market Timing - Sabe o que é, dá pra ser feito e será que é importante?

Expressão em inglês que pode ser traduzida como o momento certo de comprar ou vender. Seja no mercado de ações, em renda fixa ou qualquer outro tipo de investimento (imóveis, por exemplo). O objetivo é tentar prever movimentos futuros dos preços e com isso comprar na baixa e vender na alta, embolsando o lucro da diferença de preço entre os dois. Essa previsão pode vir como resultado de pesquisas sobre o assunto ou aleatoriamente. Inclusive existem estudos que comparam os dois e os resultados mostram que a aleatoriedade pode ser tão eficiente quanto tentar acertar a hora certa de sair ou entrar

Então, o que isso significa exatamente? Se você vai investir seu dinheiro suado, parece que a melhor estratégia possível seria simplesmente evitar todas as perdas potenciais do mercado, certo? Essa é a ideia básica por trás do market timing. Porém, é possível fazer isso? Dada a nossa falibilidade, é algo extremamente difícil. Inclusive o vencedor é aquele que erra menos e não o que acerta todos.

Permitam-me primeiro salientar que a estratégia pode ser aplicada a qualquer forma de investimento. Para o propósito deste texto, vamos nos ater às ações, mas a estratégia é usada também no mercado imobiliário e comercial.

Quantas vezes você já não ouviu a expressão ou artigos de jornais especializados em finanças dizendo que o cenário econômico ou político está favorável/desfavorável para o investimento em ações? Se aprovar uma determinada proposta é bom, porém se uma guerra comercial continuar é ruim. Ou atualmente se um candidato à presidência dos EUA ganhar é bom, mas se o outro ganhar é ruim. Dá para acertar ou adivinhar tamanho do vai e vem (volatilidade) dos mercados e ganhar com isso?

Pesquisas mostram que não. Oitenta e nove por cento dos investidores perdem para o Ibovespa (mercado) ao longo do tempo. Podem até ganhar por alguns meses, mas com o passar do tempo convergem para a média ou até mesmo ficam abaixo do índice da bolsa. Isso quer dizer que se tivessem simplesmente comprado um fundo que simula o Ibovespa, estariam tão bem quanto ou melhor do que estão mesmo tentando acertar o timing do mercado.

Quer dizer que é impossível? Não. Tem que estar disposto a se arriscar e investir pesadamente em algo que atualmente é impopular. Ninguém supera o mercado fazendo o que está na moda. A menos que isso signifique apostar tudo em uma única ação que é popular, o que pode vencer o mercado por um tempo, mas vem com seu próprio risco.

Porém, se você acha que é impossível na perspectiva do investidor médio, também é extremamente difícil para os profissionais especializados do mercado financeiro. Um estudo no Journal of Financial Economics, concluiu que menos de 25% das recomendações feitas por especialistas estavam corretas. Então, por que tentamos bater o mercado?

Em uma palavra? Excesso de confiança. Achamos que podemos ser rápidos, inteligentes e espertos o suficiente para ganhar todos os prêmios e evitar completamente o desastre. A verdade é que nenhum de nós pode dizer com certeza o que o mercado vai fazer. Ele ziguezagueia quando pensamos que vai disparar, afunda quando pensamos que vai subir e quebra o teto quando pensamos que está prestes a despencar.

O que fazer então? Dê tempo ao tempo. Não se preocupe se você está comprando no vale mais baixo ou vendendo no topo mais alto. Na verdade, o investidor médio não permanece investidor por um período de tempo longo o suficiente.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON