Aguarde...

cotidiano

Beneficiários do INSS reclamam de falta de atendimento

Eles dizem que tinham perícias agendadas, mas foram informados que não seriam realizadas na agência do Centro de Ribeirão Preto; atendimento foi parcialmente suspenso por causa da Covid-19

| ACidadeON/Ribeirao

Pessoas fizeram fila na porta da agência do INSS, na rua Amador Bueno, em busca de atendimento, na manhã desta quinta-feira (19) (Foto: Michelle Souza / CBN Ribeirão)

 

Atualizada às 13h37 

Beneficiários e pessoas que buscaram atendimento do INSS nesta quinta-feira (19) reclamaram que a agência da Previdência Social, no Centro de Ribeirão Preto, não atendeu a casos agendados de perícia médica. A PM (Polícia Miliar) precisou ser chamada por causa de um princípio de tumulto. 

O atendimento já havia sido suspenso parcialmente pelo período de 15 dias, como medida de conter o avanço da covid-19, causada pelo coronavírus. Foram mantidos apenas os atendimentos agendados para cumprimento de exigências de requerimentos de benefícios previdenciários e assistenciais, perícias médicas previdenciárias e avaliações e pareceres sociais dos benefícios previdenciários e assistenciais. 

"Eu tenho síndrome do túnel do carpo na mão causada pela profissão. Fiz cirurgia no sábado [14 de março] e vou ter que ficar afastada. Tinha marcado a perícia na terça [17 de março] para hoje, às 9h, mas não vão atender nem os que estão marcados. Porém, funcionários e peritos estão na agência", disse a cozinheira Sueli Aparecida Silva Souza em entrevista à CBN Ribeirão. 

Já a auxiliar de enfermagem Giovana Renato Martins contou que sofreu um acidente de trabalho e está afastada desde agosto do ano passado.  

VEJA MAIS NOTÍCIAS DE RIBEIRÃO E REGIÃO

"Tive um rompimento de tendão. Passei por nova conduta médica e estou sem condições de voltar a trabalhar. Reagendei a prorrogação da perícia para seguir afastada até a conduta cirúrgica. Marquei a perícia para hoje e ninguém entrou em contato para dar uma satisfação, nada. Estou muito preocupada, pois dependo do benefício por não estar trabalhando", afirmou à CBN Ribeirão.  

Ao decidir pela suspensão do atendimento, o INSS ressalta que os segurados não precisam se deslocar até uma agência para ter acesso aos serviços ou pedir um benefício.  

Basta acessar o Meu INSS através do gov.br/meuinss ou ligar para a Central 135, de segunda a sábado de 7h às 22h.  

Conforme o próprio INSS, somente em casos que sejam imprescindíveis, como as perícias médicas, é que o segurado deve buscar atendimento presencial. (Com CBN Ribeirão) 

Outro lado 

O INSS informou, por meio de nota de imprensa, que as agências em São Paulo não abriram para o público nesta quinta-feira (19) por conta de medidas de contenção para a prevenção ou contágio do novo coronavírus. 

"Essas medidas têm o objetivo de preservar a saúde dos segurados, principalmente em razão das peculiaridades do público do INSS, composto majoritariamente por pessoas em grupo de risco de contágio do coronavírus, como idosos, pessoas com problemas de saúde e gestantes", disse o órgão. 

Ainda segundo a nota, os segurados que estavam agendados para comparecer nesta quinta a agências que fecharam terão seus atendimentos remarcados. O Instituto está informando a nova data aos cidadãos, que não precisarão fazer um novo agendamento.

"Salientamos que os servidores do INSS continuam trabalhando normalmente, tanto aqueles que fazem a análise de processos de aposentadoria, pensão por morte, salário-maternidade e outros benefícios, quanto os que desempenham suas atividades na área administrativa. Os servidores que foram afastados por conta das medidas de contenção estão desempenhando suas atividades em regime de teletrabalho", disse.

Mais do ACidade ON