Aguarde...

cotidiano

Plano SP: Veja os indicadores da região de Ribeirão Preto

Números de novos casos e de mortes diminuem, mas ocupação de UTIs e internações aumentam

| ACidadeON/Ribeirao


Os indicadores do Plano São Paulo da região de Ribeirão Preto mostram motivos para comemorar e para se preocupar.

Comparando a atualização deste sábado, 8 de maio, com os números do domingo passado, 2 de maio, é possível perceber uma diminuição de casos e de mortes. No entanto, as internações e a ocupação de UTIs aumentaram.

A média de novos casos a cada 100 mil habitantes caiu de 464 para 440,4, enquanto as mortes a cada 100 mil habitantes recuaram de 17,9 para 15.

No entanto, a média de internações a cada 100 mil habitantes subiu de 75,8 para 76,3. Com isso, a ocupação das UTIs subiu de 89,7% para 90,7%.

Esses indicadores são usados para escolher a fase que a região vai ficar dentro do Plano São Paulo. Atualmente, porém, o Estado de São Paulo inteiro está na fase de transição.

A tendência é que na atualização do dia 21 de maio, a quarentena seja desmembrada, com as regiões com melhores números tendo mais flexibilidade nas regras de isolamento.

Confira abaixo os indicadores da região de Ribeirão Preto e, ao lado, entre parênteses, o mesmo indicador do dia 2 de maio. 

- *Casos a cada 100 mil habitantes: 440,4 (464)
- *internações a cada 100 mil habitantes: 76,3 (75,8)
- *Mortes a cada 100 mil habitantes: 15 (17,9)
- Ocupação de UTIs: 90,7% (89,7%)
- Leitos a cada 100 mil habitantes: 28,4 (28,3) 
*últimos 14 dias



Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON