ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Garçom é preso acusado de matar o primo de 23 anos a facadas

Foi o próprio Cleciano Geracino Mota, 31 anos, quem procurou a PM para denunciar o crime cometido na pensão onde moravam no Jardim Mosteiro, zona Norte de Ribeirão Preto

| ACidadeON/Ribeirao

 

Cleciano Geracino Mota foi preso logo após procurar a PM e informar que esfaqueou o primo (Fotos: Ricardo Canaveze / ACidade ON)

Um homem de 31 anos foi preso na manhã desta terça-feira (26) suspeito de matar o primo com uma facada no pescoço em uma pensão no Jardim Mosteiro, zona Norte de Ribeirão Preto. 

Segundo a PM (Polícia Militar), Cleciano Geracino Mota procurou a base policial na rua Florêncio de Abreu, Centro da cidade, nesta manhã  para informar que teria atingido com uma faca o primo Rodrigo Rodrigues de Castro, 23 anos, durante um desentendimento. Ambos trabalhavam como garçons na cidade.

Uma equipe da PM foi até o edifício Luiz Fregonesi e encontrou Castro já sem vida. Os primos são do Estado do Ceará. Eles estariam há um mês em Ribeirão e dividiam o mesmo quarto. A PM diz que no cômodo havia latas de cerveja consumidas e que Mota aparentava estar sob efeito de álcool e drogas.

A faca que teria sido utilizada no crime, porém, não foi localizada.  

Peritos do Instituto de Criminalística estiveram na pensão e, logo após as análises o corpo da vítima foi retirado para ser levado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passará por necropsia -exame que detecta a causa da morte.  

Cleciano Geracino Mota foi levado à CPJ (Central de Polícia Judiciária), onde deverá ser interrogado para informar as causas do homicídio. ACidade ON acompanha o caso. 

 

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também