Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Homem é preso acusado de rasgar farda de PM com tesoura

Serralheiro de 37 anos teria resistido à prisão após a família dele chamar a polícia para resolver um desentendimento na zona Norte de Ribeirão Preto

| ACidadeON/Ribeirao

Policial militar mostra a calça da farda rasgada (Foto: Ricardo Canaveze / ACidade ON)
 

Um serralheiro de 37 anos foi preso acusado de lesão corporal contra um policial militar que tentava contê-lo durante uma ocorrência de desinteligência na madrugada desta quarta-feira (11), no bairro Valentina Figueiredo, zona Norte de Ribeirão Preto.  

A PM (Polícia Militar) disse que a família de Diego Polyanno Freitas Mininel ligou para o 190 e informou que ele estaria agressivo após o uso de bebida alcoólica e queria atacar a mãe e a irmã.  

O policial militar que teve a calça da farda rasgada contou que, ao chegar à residência da família, o homem o recebeu com uma tesoura na mão. Para contê-lo, foi necessário uso de força física e ambos entraram em luta corporal.  

"Eu estava no chão, senti a perna queimar e achei que fosse um caco de vidro, mas vi que tinha só riscado. Menos mal", relatou o policial.  

Diego precisou passar por atendimento médico na UBDS (Unidade Básica de Saúde) Central e foi conduzido em seguida à CPJ (Central de Polícia Judiciária) da rua Duque de Caxias. Ele não quis falar com a imprensa.

Familiares foram até a CPJ onde o serralheiro seria apresentado à delegada Mônica Cristina Lombardi.  

"Ele é teimoso. Nós tentamos interná-lo pra ver se para de beber, mas não quis ir", contou o pai.  

A tesoura que teria sido utilizada na ação foi apreendida pela PM.  

O boletim de ocorrência (BO) foi registrado como lesão corporal, desacato, resistência, desobediência e ameaça. O homem seria levado para uma audiência de custódia.     


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também