Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Suspeito de matar adolescente que negou namoro se entrega à polícia

Deybson dos Santos, de 20 anos, se entregou na manhã desta sexta-feira (4) na delegacia de Matão; Natasha Rodrigues, de 14 anos, teve a morte cerebral confirmada na quinta (3)

| ACidadeON/Ribeirao

Natasha Rodrigues foi enterrada nesta sexta-feira (4) (Foto: Arquivo pessoal)


Deybson dos Santos, suspeito de atirar e matar Natasha Rodrigues, de 14 anos, após ter o pedido de namoro recusado em Bebedouro, se entregou na delegacia de Matão nesta sexta-feira (4). A adolescente teve a morte cerebral confirmada na quinta-feira (3) pela Santa Casa de Barretos, onde estava internada desde o crime, e foi enterrada às 17h30 desta sexta. 

Deybson, de 20 anos, teve a prisão temporária decretada pela Justiça, mas estava foragido. Ele se entregou com a presença do advogado de defesa. Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública), ele foi removido para uma Cadeia Pública da região de Ribeirão Preto e será ouvido. De acordo com o delegado Seccional de Araraquara, Fernando Giaretta, o rapaz sujo e cheio de picadas de insetos. "O suspeito afirmou que estava escondido em Matão desde o dia do crime. Ele foi encaminhado para Bebedouro, onde será ouvido pelo delegado responsável pelo caso"explica Giaretta.

Investigação

José Eduardo Vasconcelos, delegado seccional de Bebedouro, havia afirmado no início da tarde desta sexta-feira (4) que não era descartada a possibilidade de que Deybson se apresentasse. "Até porque nós acreditamos que essa medida poderá até mesmo contribuir o trabalho da defesa. Se ele permanecer em fuga, a Polícia Civil irá pleitear a mudança da prisão temporária em prisão preventiva o que irá dificultar bastante qualquer possibilidade que ele imagine de conseguir uma eventual liberdade".

Segundo o delegado, o caso já é tratado como feminicídio qualificado. "Ele tem 20 anos de idade, sem antecedentes criminais, emprego fixo. Sem nenhum perfil que pudesse propiciar uma possibilidade, ainda que remota, de que tomasse uma atitude dessa".

Entenda o caso 

Natasha foi baleada no pescoço e no tórax em Bebedouro e a família afirma que o suspeito é um jovem de 20 anos, com quem ela manteve um breve relacionamento. Ele teria atirado pois estaria inconformado por ela não querer namorá-lo.  

A adolescente foi internada na tarde de sábado (29) na Santa Casa de Barretos e chegou a passar por cirurgia. Segundo o hospital, a morte foi confirmada no início da tarde de quinta e após ser informada, a família optou pela doação de órgãos. 

Thaís Soares, prima de Natasha, contou à EPTV que Natasha teve medo de contar para os pais que estava sendo ameaçada. "Ele queria ela de qualquer jeito e ela não queria mais. Ele ficou em cima dela e queria ela de tudo quanto é jeito. Ameaçou ela de morte, de matar a família dela, inclusive uma das mensagens ele fala que se ela não saísse ele a mataria na frente dos pais".

Segundo a família, na tarde de sábado a menina tinha saído de casa quando foi atacada pelo homem, que atirou no pescoço e no abdômen da vítima. Ele fugiu correndo para um matagal e o celular dele foi encontrado em uma rua do bairro Jardim Claudia após ser rastreado.   

Marli Pereira de Paula, tia da vítima, falou à EPTV que o sentimento no momento é de tristeza, mas também de impunidade. "Muito triste perder uma criança, tinha toda uma vida pela frente. Sentimento de impunidade de não achar, a gente só queria mesmo era Justiça, para que ele pague pelo que fez".

Segundo a mulher, o jovem ameaçou Natasha antes de matá-la. "Ele falou pra ela que se ela virasse as costas, era a última vez. Ela virou as costas, saiu e ele atirou. Deu um tiro, saiu andando, viu que ela estava mexendo e atirou de novo. O que a gente sabe é que ele queria namorar com ela, ela não queria. Ele começou a ameaçar ela e o que ele falava é que se ela não ficasse com ele, não ficaria com mais ninguém", relata. (Com EPTV)

Leia também 
Adolescente baleada por negar namoro tem morte cerebral
Justiça decreta prisão temporária de suspeito de balear adolescente

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Veja também