Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Vítima tem prejuízo de R$ 2,2 mil após golpe por WhatsApp

Criminosos clonaram perfil de amiga da vítima e pediram dinheiro; veja orientações da Polícia Civil para não cair em cilada

| ACidadeON/Ribeirao

Conversa mostra suspeito pedindo dinheiro emprestado (Foto: Reprodução / EPTV)


Uma mulher de Franca teve um prejuízo de R$ 2,2 mil após ser vítima de um golpe por WhatsApp.

A coordenadora de projetos Juliana Pasti relatou à EPTV que o golpe começou durante a tarde do dia 29 de janeiro, quando começou a receber mensagens de uma amiga. "Durante a conversa ela pediu um favor, para fazer uma transferência para uma conta que ela precisava pagar e eu fiz, pedi os dados".

Porém, após enviar R$ 2.250 cerca de três horas após o início da conversa, uma das amigas de Juliana comentou em um grupo no aplicativo de mensagens que tinha algo errado. "Infelizmente, a gente depois descobriu falando com o marido dela que o WhatsApp tinha sido clonado". A vítima afirma ter entrado em contato com o banco após descobrir o golpe, mas como a transferência já havia sido feita, eles não poderiam fazer nada.

Juliana suspeita que a pessoa que aplicou o golpe teve acesso ao seu histórico de conversas, pois ele usava termos comuns entre as duas. "Eles citaram o meu filho. Eu sempre falava 'como você tá' e aí ela sempre respondia 'tudo bem e vocês', perguntando do meu filho, então tá muito claro que eles acessaram todo o nosso histórico de conversa. Ele me chama de amore, como ela mesma me tratava", comenta a vítima.

A mulher registrou um boletim de ocorrência e a Polícia Civil investiga o caso. Segundo o delegado Márcio Murari, golpes usando linhas telefônicas são cada vez mais comuns. "Nós já tivemos alguns casos em que o estelionatário consegue obter o CPF do proprietário da linha, faz o contato junto a operadora e consegue, a partir de então, que todos os dados, conversas, sejam vinculados a ele".

O delegado instrui que quando são feitos pedidos envolvendo dinheiro, que a pessoa faça o contato diretamente. "Certamente são pessoas de até outros estados que aplicam o golpe e ela jamais vai aceitar um encontro". Também é orientado que a vítima registre o BO e peça uma cópia para encaminhar para a operadora de telefone e solicitar o cancelamento da linha. (Com EPTV)

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook