Aguarde...

ACidadeON Ribeirão Preto

Ribeirão Preto
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Doria descumpre promessa e deixa Ribeirão Preto sem Baep

Em entrevista após eleição, governador havia afirmado que cidade seria "prioridade"; Secretaria de Segurança Pública afirma que está trabalhando para ampliar a instalação de batalhões em todo o Estado

| ACidadeON/Ribeirao

Empresário João Doria (PSDB), governador de São Paulo (Foto: ACidade ON - Ribeirão Preto)


O governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), deixou Ribeirão Preto sem Baeps (Batalhões de Ações Especiais de Polícia), descumprindo uma promessa que havia feito em outubro de 2018. Em uma entrevista, o político afirmou que cidade seria "prioridade" (leia mais abaixo).  

Na sexta-feira (8), o governador João Doria e o secretário da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos, assinaram um decreto de criação de quatro Batalhões no Estado. As novas unidades, que serão instaladas na Capital, São Bernardo do Campo, Presidente Prudente e São José do Rio Preto, deverão entrar em funcionamento na primeira quinzena de abril.

Porém, em uma entrevista à Rede Globo em 29 de outubro de 2018, um dia após ser eleito e data em que foi registrado o ataque à Brinks em Ribeirão Preto, o então governador eleito havia afirmado que a cidade seria prioridade no quesito segurança. "Em Ribeirão Preto é absolutamente necessária. Serão três batalhões especiais, cada um com 300 policiais militares, é elite da elite". Questionado, o governador afirmou que a cidade receberia uma unidade "no mais curto espaço de tempo possível".  

O que é o Baep? 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, os Baeps foram criados para combater o crime de maneira mais ostensiva. Nas unidades especializadas, as equipes atuam de forma semelhante aos padrões do policiamento de Choque. A SSP informa que atualmente há cinco Baeps distribuídos em Campinas, Santos, São José dos Campos, zona Leste da Capital e Barueri. A previsão é que os quatro novos Baeps passem a funcionar em meados de abril. 

"Todos os policiais que vão atuar no Baep passarão por treinamento sob coordenação e aplicação do Comando de Policiamento de Choque, com padrão Rota, para o patrulhamento tático, gerenciamento de crise, negociações com reféns, busca e apreensão de artefatos explosivos, patrulha em locais de risco, ações táticas especiais, controle de multidões e policiamento em manifestações", destacou Doria na sexta-feira (8).  

Outro lado 

A Secretaria de Segurança Pública informou, em nota, que o Governo de São Paulo está trabalhando para ampliar a instalação de Baeps (Batalhões de Ações Especiais de Polícia) em todo o Estado e que há estudos em andamento para definir o cronograma. "O combate à criminalidade e o reforço no policiamento são compromissos da atual gestão", diz a nota.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook