Aguarde...

cotidiano

Justiça libera motorista envolvido em batida com morte

Vendedor de 40 anos vai responder em liberdade por homicídio culposo (sem intenção) de Ana Júlia Franco, 19 anos, em Serrana

| ACidadeON/Ribeirao

Ana Júlia Franco tinha 19 anos de idade (Foto: Reprodução)

A Justiça deferiu a liberdade provisória ao motorista de um carro envolvido em uma colisão que resultou na morte de uma jovem, na madrugada deste domingo (1º), na rodovia Abrão Assesd (SP-333), em Serrana.  

De acordo com o boletim de ocorrência (BO), o condutor apresentou concentração de 0,5 mg/l de álcool por litro de ar alveolar expelido pelos pulmões.

Ana Júlia Franco, de 19 anos, seguia em uma motocicleta e morreu após veículo ser atingido na traseira pelo automóvel.  

Já o estudante Fábio Henrique Felisberto, 24, que também estava na motocicleta, segue em estado grave no Hospital das Clínicas - Unidade de Emergência (HC-UE), em Ribeirão Preto. 


Segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), ao deferir pela liberdade provisória foram definidas medidas cautelares como o comparecimento mensal do condutor em juízo, a proibição de ausentar-se da Comarca por mais de 30 dias sem comunicação, não frequentar bares e casas noturnas, bem como recolhimento noturno e nos dias de folga.   

O caso foi registrado como homicídio culposo (sem intenção) na direção de veículo automotor para investigação da Polícia Civil. 

Indignação 

A família de Ana Júlia Franco declarou que espera por Justiça após a morte da jovem.  Uma tia da vítima afirmou que os pais estão indignados e em choque com o ocorrido. 

"A mãe nem conseguiu entrar no velório da filha. Nós esperamos por Justiça", disse a tia, que preferiu não se identificar.  

LEIA MAIS 

Vítima de colisão com motorista bêbado segue em estado grave


Mais do ACidade ON