Aguarde...

cotidiano

Ex-treinador do Batatais é preso por tentativa de furto a banco

Piá e outro suspeito teriam sido detidos com cheque de r$ 8,3 mil, em agência bancária de Cordeirópolis; esta seria a 4ª vez em que ele é preso pelo mesmo crime

| ACidadeON/Ribeirao

Piá foi demitido do Fantasma após derrotas nas duas primeiras rodadas da Copa Paulista de 2019 (Imagem: Reprodução / EPTV)
 

Ex-treinador do Batatais Reginaldo Rivelino Jandoso, o Piá, foi preso em flagrante neste sábado (23), por tentativa de furto de envelopes de depósitos em uma agência bancária de Cordeirópolis, na região de Campinas. Esta seria a quarta vez em que o ex-jogador de Santos, Corinthians e Ponte Preta acaba detido pelo mesmo crime. 
 
De acordo com informações da Polícia Civil, o ex-meia estaria acompanhado de outra pessoa durante o crime. Ambos teriam sido detidos no momento em que deixavam a agência e, em seguida, levados à delegacia local. 
 
CLIQUE E SAIBA TUDO O QUE ACONTECE EM RIBEIRÃO PRETO E REGIÃO
 
Ainda segundo a polícia, teriam sido encontrados com a dupla R$ 141 em dinheiro e um cheque no valor de R$ 8,3 mil. Os homens, ainda, são suspeitos de terem agido em outra agência na cidade. 
 
O ex-jogador, contudo, já estaria sendo monitorado pela GCM (Guarda Civil Municipal) de Cordeirópolis há alguns dias, por suspeita envolvimento em outros crimes na região.  
 
Reincidente
 
Piá já teria sido preso pelo mesmo tipo de crime em outras três oportunidades, entre 2014 e 2015. O ex-meia, ainda, acumula passagens por porte de drogas e armas, além de falta de pagamento de pensão. 
 
Ex-Batatais 
 
Contratado para a disputa da Copa Paulista de 2019, Piá teve breve passagem pelo Fantasma. O técnico foi demitido após derrotas nas duas primeiras rodadas da competição estadual.    
 
Com passagens ainda pelo Independente e Novoperário, o trabalho mais recente de Piá como treinador foi no Paraíba do Sul (RJ). 
 
Dentro de campo   
 
Reginaldo Rivelino Jandoso, o Piá, ganhou notoriedade ao vestir a camisa do Santos.   

O ex-jogador, contudo, se destacou ao ser transferido à Ponte Preta, onde fez parte dos elencos que levaram o time de Campinas às semifinais do Paulistão e da Copa do Brasil, além das quartas do Campeonato Brasileiro.  
 
Logo depois, passou por times como Corinthians, Coritiba, Portuguesa e Santa Cruz, até anunciar aposentadoria, em 2011. 

Mais do ACidade ON