Aguarde...

cotidiano

Polícia Civil prende suspeitos de roubo com reféns em canavial

Mandados de prisão e de busca foram cumpridos nesta terça (15), na região, em Bauru e na Grande SP; crime que vitimou dono de supermercado ocorreu há 5 meses, em Barretos

| ACidadeON/Ribeirao

Operação da Polícia Civil segue em busca de um terceiro suspeito (Foto de arquivo: Renato Lopes / Especial)
 
A Polícia Civil cumpriu, na manhã desta terça-feira (15), dois mandados de prisão temporária contra suspeitos de um roubo que terminou com dois reféns em um canavial de Barretos, em abril deste ano.   

CLIQUE E SAIBA TUDO O QUE ACONTECE EM RIBEIRÃO PRETO E REGIÃO  

O proprietário de um supermercado da cidade e um funcionário acabaram sendo rendidos na frente do estabelecimento por uma dupla armada. (assista ao vídeo abaixo)

Também foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão relacionados ao crime, ocorrido em 4 de abril.

Além de Barretos, a ação policial ocorreu em Guaíra, Bauru e Guarulhos, na Grande São Paulo.

O caso

No vídeo, registrado por uma câmera de segurança, dois homens rendem as vítimas na porta do supermercado.

Após serem tomadas de reféns, as vítimas foram colocadas na picape que pertence ao dono do estabelecimento e acabaram sendo levadas a um canavial, onde foram mantidas em poder da dupla.

De acordo com a Polícia Civil, uma terceira pessoa agia passando as orientações aos suspeitos por meio de um telefone. O homem, considerado o "guia" da ação criminosa, foi um dos presos desta terça.

Em dado momento, os suspeitos foram à casa do empresário. No imóvel, roubaram uma pistola calibre 380 e munições, além do veículo da vítima. A arma e parte de alguns objetos levados, contudo, já foram recuperados.

Ao menos três suspeitos já foram identificados. No entanto, um que teria participado diretamente do crime ainda permanece foragido, segundo a polícia.

Com um dos alvos, preso na cidade de Guarulhos, os policiais localizaram um revólver calibre 38 com a identificação suprimida. Além do roubo, ele também foi autuado por porte de arma de fogo sem numeração.

A investigação, contudo, ainda continua para tentar localizar o terceiro suspeito.  
 
VEJA ABAIXO VÍDEO DAS VÍTIMAS SENDO RENDIDAS NA PORTA DO SUPERMERCADO 
 

Mais do ACidade ON