Aguarde...

cotidiano

Força-tarefa impede realização de rave batizada de 'Epidemia'

Festa clandestina estava programada para ter início neste sábado (26), em chácara na zona Leste de Ribeirão Preto, para aproximadamente 1,5 mil convidados

| ACidadeON/Ribeirao

Agentes impediram realização e festa neste sábado (26) (Imagem: Luciano Tolentino / EPTV)
 

A Guarda Civil Metropolitana (GCM) e a PM (Polícia Militar) impediram a realização de uma festa rave irregular na tarde deste sábado (26), em uma chácara no Recreio das Acácias, zona Leste de Ribeirão Preto. A Vigilância Sanitária também esteve no local. 

LEIA TAMBÉM - Covid: Ribeirão tem 119 pacientes internados neste sábado (26)

Segundo a GCM, o evento chamado 'Epidemia' aconteceria até este domingo (27). No momento da chegada dos agentes, havia aproximadamente 500 pessoas no espaço. 

"Essa festa chegou para nós por meio de denúncia anônima. Quando chegamos, havia centenas de jovens aglomerados, sem nenhum tipo de prevenção em relação à pandemia", disse o superintende da GCM, Domingos Fortuna.   

Ainda de acordo com a GCM, o cão Black, da corporação, encontrou drogas no local.

Os convites teriam custado R$ 40 cada e a expectativa era de que o público total chegasse a 1,5 mil pessoas, que vinham de várias partes do Brasil em ônibus e vans.  

Fortuna afirmou que os responsáveis pelo evento foram identificados e que o caso seguirá para o Ministério Público (MP) para abertura de processos civil e criminal.  

Eventos desse tipo estão proibidos na fase vermelha, atua classificação do município no Plano São Paulo até este domingo (27).  

Mesmo quando Ribeirão retornar à fase amarela, a partir de segunda-feira (28), as festas com público em pé e que gerem aglomeração também seguem proibidas. (Com EPTV) 

Cão farejador encontrou drogas no local (Imagem: Luciano Tolentino / EPTV)


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON